Futebol do Povo

Ceará pretende investir em Richard independente da permanência de Everson

2573 12

Richard defende o Paraná desde 2017. Everson está no Ceará desde 2015. Fotos: Rodrigo Sanches/Paraná Clube e Mateus Dantas/O POVO.

O recente assédio do Santos sobre Everson fez o Ceará se movimentar no mercado da bola em busca de um novo goleiro. Como o Blog Futebol do Povo antecipou, Richard, do Paraná, é o nome favorito para ser contratado. O detalhe é que a diretoria alvinegra não pretende investir no arqueiro apenas se Everson sair. A intenção do Ceará é de contratar o camisa 1 paranista independente da permanência ou saída de Everson.

O nome de Richard já era visto com bons olhos por comissão técnica e diretoria do Ceará, e com toda a situação envolvendo Everson, o clube enxerga uma boa oportunidade para contratá-lo. Prova disso é que o Alvinegro está disposto a investir cerca de R$ 1 milhão para ter o jogador.

Isso acontecerá pela insegurança passada por Everson à diretoria. O paulista de 28 anos pediu para ser negociado, evidenciando seu desejo de não permanecer em Porangabuçu durante 2019. Portanto, mesmo caso o negócio com o Santos não se concretize, o clube já trabalha para contratar um goleiro qualificado para, assim, evitar o risco de ser surpreendido caso Everson se envolva em outra negociação.

A postura do goleiro nas últimas semanas pesou para isso. O camisa 1 não treinou dois dias seguidos e queria que o Ceará aceitasse a proposta do Santos, sem garantias de que iria cumprir os pagamentos até o fim.

No Ceará, há quem acredite fortemente que o empresário de Everson, Edson Neto, tem convencido o atleta a “buscar alçar vôos maiores”.

Everson chegou a se reunir com a diretoria. Foi exposto que o Vovô aceitaria negociá-lo, mesmo com pagamentos parcelados, contanto que o Santos desse garantias de que iria pagar. Como isso ainda não aconteceu, o negócio não se concretizou e esfriou.

Recentemente, o presidente do Santos assegurou a permanência de Vanderlei e a ida de Everson ao time paulista virou dúvida.

Certo é que esta novela vai se desenrolando para um final desagradável. Independente de ficar ou sair, a história de Everson no Ceará, que o fez virar ídolo da torcida (com muitos méritos), vai ganhando capítulos não tão belos quanto a sua trajetória defendendo a camisa alvinegra nas últimas quatro temporadas.

VEJA MAIS: FutCast #32 – Guia da Copa do Nordeste

Recomendado para você

12 Comentários

  • isso é o que deve ser feito, caso se concretize deixo aqui os meus parabéns ao Robinson

  • Pedro A. Neto disse:

    Jornalista André Almeida, vejo tendenciosidade em seu comentário. Você expôs uma realidade: o lado do clube, seu interesse, sua necessidade de segurança. Mas, faltou expor o lado do atleta: todo trabalhador quer ascender profissionalmente. Seria estranho se Everson não tivesse esse interesse. Isso é humano. Mais: faz parte das relações de trabalho. A diretoria está certa em se precaver, ao tentar contratar outro goleiro de qualidade. Mas, a postura de Everson não pode ser julgada moralmente, como seu comentário deu a entender. Isso pode colocar a torcida contra o goleiro. Everson deve merecer todo o respeito de sua torcida. Ele continuará sendo o nosso “paredão”.

    • Jonas Menezes Bezerra disse:

      Acho que o lado do atleta foi exposto sim. O erro dele na minha opinião é deixar de treinar e forçar uma saída. Quando se firma um contrato, o clube tem a obrigação de pagar tudo o que foi acordado, assim como o jogador tem a obrigação de cumprir com seus deveres: treinar e jogar. E um deles ele descumpriu. Além disso, no contrato há uma multa. Por quê ela deve ser flexibilizada? Apenas para favorecer o jogador? E o clube?

    • André Almeida disse:

      Pedro, não há tendenciosidade alguma no post. Apenas uma explicação e narração dos fatos.
      O último parágrafo é o único em que há uma análise da situação, que é de fato desagradável. Ou você discorda? Acha que está tudo lindo?
      Mesmo assim, não avalio “quem está certo ou errado”, como você falou. Isso é interpretação sua. O texto não diz isso em momento algum.
      Abs.

    • Pedro A. Neto disse:

      Você chama o último parágrafo de “análise”?
      Ao concluir que “Independente de ficar ou sair, a história de Everson no Ceará, que o fez virar ídolo da torcida (com muitos méritos), vai ganhando capítulos não tão belos quanto a sua trajetória defendendo a camisa alvinegra nas últimas quatro temporadas”, acho que você produziu um julgamento do comportamento do atleta. Perdoe-me se você assim não compreende. Everson deveria ter sido ouvido. Ouvir os dois lados, eis a velha e boa regra. Que a torcida pense de acordo com sua conclusão, entendo, a paixão sobrepuja a razão. Na minha avaliação, Everson tem todo o direito de pensar em seu futuro. Pode ter se equivocado ao ter faltado a treinos. Mas, gostaria que o atleta fosse ouvido. Sugiro que o O Povo lhe conceda espaço para eventuais esclarecimentos. Por fim, sinto-me honrosamente agraciado com sua atenção ao ter respondido ao meu comentário. Meu muito obrigado. Com admiração, Pedro.

  • Cícero disse:

    Se é pra pagar no Richard, poderiam investir um pouco mais para trazer o goleiro Simão, do Operário. Esse Richard foi considerado o pior goleiro da série A do ano passado.

  • Áttila Pinheiro disse:

    Infelizmente o Everson não é mais saudável nem ao CSC muito menos ao elenco. Vai contaminar logo mais o Felipe Jonatan e, sem muita surpresa, logo logo os dois podem fazer “jogo sujo” como o volante Raul. Robson deve contratar o Richard e deixar o Everson como opção. Afinal, é comum todo profissional ascender. No entanto, quem era o trio Everson, Valdo e Richardson quando veio do Confiança-SE ? Eram apenas apostas… Dos 3, Richardson teve hombridade, Everson mostrou já quem realmente é …

  • Leandro Gonçalves disse:

    Ótimo goleiro. Aqui ,sim,se encaixa a máxima de bom e barato! Tomara que venha. O jovem goleiro só tem a ganhar. E o Ceará tbm. Já é tempo do Everson ter uma sombra dentro do time.

  • KSC disse:

    Everson tem mais é que ir msm. A imprensa, que está de olho atento ao imbróglio envolvendo o goleiro, já noticiou que é desejo do próprio atleta deixar o clube.

    Nessa situação, diretoria deveria baixar a bola e liberar o jogador, ainda que o SFC queira parcelar com garantias o pagamento da multa. Pior é manter o goleiro no clube, desmotivado e contra a sua vontade.

    Goleiro desmotivado é a pior peça que um clube pode ter no elenco. Ninguém é insubstituível.

    • Elicarlos disse:

      O Ceará iria aceitar o pagamento da multa parcelado, a unica exigência, por assim dizer, seria as garantias bancárias, que até agora o Santos não apresentou.
      O Ceará não queria se desfazer dele, por isso o presidente foi irredutível quanto a multa, mas diante do desejo do jogador, foi flexibilizado o parcelamento, afim de atender a um desejo do atleta, agora cabe ao Santos simplesmente apresentar as garantias.
      Se não quer dar garantias bancárias já é indício de que na primeira oportunidade deixa de pagar, ai o Éverson ganha, o Santos ganha e o Ceará é o único que sai perdendo.

  • Tiago disse:

    Everson vacilou feio, não custava nada ter comparecido aos treinos mesmo negociando com outro clube, ficou de milindre inventando dor de barriga, caiu na onda do empresário acabou se queimando com a diretoria e a torcida.

    Profissionalismo zero, que isso sirva de lição a todos os jogadores do elenco. O presidente deveria chegar aos demais e deixar bem claro que quem fizer corpo mole vai ser tirado da vitrine e colocado na geladeira, treinando separado do restante do elenco até acabar o contrato. Quero ver quem vai chiar.

  • CLÁUDIO CEARÁ disse:

    O Éverson não faltou ao treino, foi dispensado pelo Lisca para tratar de seus interesses, assistam a última entrevista do Lisca.
    Nada mais natural do que o desejo de ir para o Santos ou qualquer outro grande do sul/sudeste, profissionalmente está certíssimo.
    Essa história de amor ao clube deixou de existir a muito tempo, pra quem é mais antigo e lembra do grande Gildo, um dos maiores ídolos do Vozão, deve lembrar também que ele saiu daqui no auge para ir jogar no Botafogo de Ribeirão Preto, série A do campeonato paulista à época.
    Portanto, boa sorte ao grande Éverson se for embora e mais sorte ainda se ficar. O resto é mimimi.

    Saudações alvinegras!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 9 =