Futebol do Povo

Ceará e Fortaleza: mesmo número de pontos como visitantes e mandantes na Serie A

1262 4

Passadas 11 rodadas do Brasileirão, Fortaleza e Ceará somam 14 pontos e estão respectivamente na 14a. e 13a. colocações, distantes cinco pontos da zona de rebaixamento.

Curiosamente ambos conquistaram até aqui o mesmo número de pontos como visitantes e mandantes. Em casa, o Fortaleza somou 10 dos 15 pontos que disputou e fora de casa foram quatro pontos em seis jogos. Já o Alvinegro também somou 10 pontos em casa, mas em 18 pontos disputados. Fora de casa foram cinco partidas, com quatro pontos acumulados.

Apesar dos números iguais de pontos, os desempenhos são diversos. O Fortaleza é melhor do que o Ceará como mandante, enquanto o Alvinegro é melhor do que o Tricolor como visitante.

Fortaleza

Campanha como mandante: 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota (66% de aproveitamento)
Campanha como visitante: 1 vitória, 1 empate e 4 derrotas (22% de aproveitamento)

Ceará

Campanha como mandante: 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas (55% de aproveitamento)
Campanha como visitante: 1 vitória, 1 empate e 3 derrotas (26% de aproveitamento)

4 Comentários

  • Dário disse:

    Seria legal fazer uma análise dos erros do VAR contra Fortaleza e Ceará Graziane. Hoje (Atlético-MG x Fortaleza) foi vergonhoso. O pior é que isso tem sido uma constante.

  • Rangel Brasil disse:

    O VOZÃO é o TRICOLOR, chamou a atenção. Se preparem que o sul vem quente e fervendo contra nós. Barbas de molho agora em diante.

  • Rocha disse:

    Sou torcedor do Ceará , e lógico torço para o fortaleza cair pra série B , mas o que estão fazendo com os times nordestinos , principalmente os dois daqui da terrinha é vergonhoso , como manda voltar um pênalti daquele , que goleiro pula sem sair da linha no mínimo por 1 (um) metro sequer? Mas gostei da forma de protesto do goleiro na segunda cobrança ,

  • João Ximenes disse:

    E esses DOIS JOGOS do final de semana contribuíram POSITIVAMENTE para esses números !

    VITÓRIA sobre o líder Palmeiras, e EMPATE contra Atlético-MG jogando na forma vista… é a CONFIRMAÇÃO em definitivo da BOA FASE que passa o FUTEBOL CEARENSE.
    Isso é Azona “caba” !

    Falando do LEÃO de Aço…
    CARA(s), tem muito o que falar “dum” jogo desse, a não ser LEMBRAR de um trecho do HINO TRICOLOR: “Tua turma é valente, é sensacional, combativo, aguerrido, vibrante e forte, sem demonstrar cansaço”.
    Poucas vezes a ATITUDE de jogadores em campo fizeram VALER um trecho de seu HINO.

    Dito isso, VOU ilustrar o que VI nessa partida de futebol chamando esse jogo de, “o jogo de TRÊS personagens”, e uma história previamente escrita: Juninho, Felipe Alves, Rogério Ceni.

    JUNINHO e FELIPE ALVES.
    # JUNINHO porque marcou um gol ANTOLÓGICO que nem aquele do Ronaldinho Gaúcho contra a Inglaterra(2×1) em plena Copa do Mundo 2002 que ele jura de pé junto que mirou o gol mesmo – só que Juninho fez contra a sua trave, e que vai ter de conviver pro resto de sua vida se perguntando: “QUE DIABO FOI AQUILO QUE FIZ ?”.
    – “A ficha não caiu. Não dá pra acreditar. Fiquei sem acreditar. Não é possível que isso tá acontecendo comigo”.

    ## FELIPE ALVES… era uma questão de tempo ACONTECER o que aconteceu com ele no lance infeliz do Juninho. Isso já estava escrito nas estrelas, porque o cara se posiciona como um LÍBERO no jogo. Se ele estivesse onde era pra está(no mínimo dentro da pequena área), tinha livrado Juninho de conviver com esse PESADELO sem fim pro resto de sua carreira.
    -“Futebol tem desses momentos para marcar nossas vidas. Foi um dia que vai ficar marcado pra sempre”.

    # JUNINHO conseguiu ALIVIAR sua situação CONVERTENDO um penalte que diga-se, MUITO MAL BATIDO. Fosse o Vitor no gol, com CERTEZA a bola tinha acertado o bico da sua chuteira, como já aconteceu antes numa Libertadores.
    BIZARRICE DUPLA !

    ## FELIPE ALVES… pô! O cara segurou 2 penaltes numa intervalo de 2 minutos. Um num lado batido por um jogador(Alerrandro), e outro do outro lado batido por outro jogador(Luan), no mesmo lance porque a árbitra do jogo atendendo ao VAR(pra cacha prega) que chamou ela ao pé do ouvido. Mas quando não é pra ser não é. Dois cantos diferentes de dois cobradores diferentes. Isso não é milagre de jeito maneira. É pura COMPETÊNCIA desse Felipe Alves com certeza. Quando joga debaixo das traves.
    SENSACIONAL !

    ### CENI ?{…}. Dizer o que dele ?
    É predestinado mesmo. Só tem essa explicação pra esse cara que ele tá escrevendo uma história no LEÃO de Aço, com direito a RISCOS intensos(4-2-4).
    – “Dentro das dificuldades que enfrentamos, é um sistema que funciona. Muita dedicação dos volantes, dos atacantes”.

    INSISTIR no “STYLLO” suicida de jogo, com dois volantes pra CINCO pelo meio do adversário, FORA DE CASA, contra uma equipe que 3 dias antes tinha aprontado num clássico, ARREPIANDO cabelos de torcedores do Cruzeiro, onde precisava meter 3(pra penaltes), tinha necessidade meso ?
    Atlético precisava de 3 pros penaltes. METEU 2. Ficou no quase.

    Juninho, Felipe Alves, Rogério Ceni.
    3 figuras que jamais esquecerão o que passaram nesse domingo, dia 21 de julho de 2019.
    3 figuras que se não reverem FALHAS gritantes individuais, ainda vão passar por maus bocados nessa temporada:

    – Juninho se conscientizar de sua própria força na perna;
    – Felipe Alves se conscientizar que é dentro da pequena área que deve trabalhar;
    – Ceni, SE NÃO se conscientizar e rever a tabuada pra se lembrar que, 2 contra 5 é menos 3; apalpar a perna do Juninho e dizer “meu fí, tenha cuidado”; “meu fí tome mais cuidado” com o Felipe Alves; e ainda, “desse jeito perco meu emprego” conversando com ele mesmo(Ceni)… qualquer um de fora terá CONSCIÊNCIA em definitivo, de como vai ser o final dessa história.

    E ainda tem o 4º elemento pra força de registro: CARLINHOS que tirou o dedo marcando “DE CABEÇA” o primeiro gol do LEÃO de Aço. Primeiro dele também(?).

    2×2 da COMPETÊNCIA e VONTADE de um time que brigou, se agüentou “sem perder o fôlego” como falava Ceni nas entrevistas pré jogo: “nós não temos como surpreender ninguém. Mas enquanto tivermos fôlego vamos brigar de igual pra igual”.
    Acabou SURPREENDENDO Atleticanos, diretoria deles, imprensa mundial, principalmente TRICOLORES, e ainda teve o privilégio de não gastar a terceira substituição que tinha direito.
    #PARABÉNS LEÃO DE AÇO.

    Ficou assim:
    11 rodadas – 14º – 14 pontos: 4 vitórias; 2 empate; 5 derrotas / Gols pró: 12 / Gols contra: 15 / saldo – 3.
    Palmeiras(4×0)-d; Athético-PR(2×1)-v; Botafogo-RJ(1×0)-d; São Paulo(0x1)-d; Chapecoense(1×3)-v; Vasco(1×1); Flamengo(2×0)-d; Grêmio(1×0)-d; Cruzeiro(2×1)-v; Avaí(2×0)-v; Atlético-MG(2×2).

    Que venha agora o “CURINTHIAN” que é outra equipe que enche o MEIO CAMPO(4-5-1): Ralf(v), Junior Urso(v), Ramiro(v), Jadson(m), Clayson(m).

    Ah! como já tinha adiantado aqui depois daquele “passarin” sem asa me buzinar no pé do ouvido, NENÊ é do tricolor. Só que das Laranjeiras.
    O nosso NENÊ do Pici é o “BONILHA”, que tá de volta.
    Se tiver no mesmo nível que estava na Bzona do ACESSO vai ajudar sim. Até porque junto com Dodô(que já se picou), Felipe e Marlon(que ainda estão), foram os jogadores mais regulares da equipe.

    Meia(Bonilha) e atacante(Felipe Pires) chegando.
    Ainda cabe mais presidente !
    Vais acabar chegando nos 5, 6, 7 que não queria, por não ser LOUCO.
    TRÊS já tão aí(Vasquez, Felipe Pires e agora Bonilha).

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *