Futebol do Povo

Iminente venda de Everton renderá ao Fortaleza maior valor de negociação para um clube do Nordeste

9888 3

Everton Cebolinha é destaque na seleção brasileira. (Foto: Miguel Schincariol/AFP)

Vai ser difícil o Grêmio segurar o atacante Everton nesta janela de transferência. Arsenal e Napoli brigam neste momento para contratar o jogador, que vê o clube inglês com mais possibilidades – e onde ele prefere atuar – tanto que a imprensa brasileira já noticia uma proposta de R$ 168,5 milhões do Arsenal para comprar os direitos econômicos do atleta.

Com 10% do valor dos direitos do cearense e levando em consideração que o negócio seja efetivamente fechado pelos valores informados nesta sexta-feira, o Fortaleza receberia pelo menos R$ 16,8 milhões, que é o maior montante recebido por um clube do Nordeste por uma negociação de um atleta de futebol.

A maior venda de um clube da região é de Zé Rafael. O Bahia o vendeu em 2018 para o Palmeiras por R$ 14,5 milhões. A segunda maior foi do Vitória, que transferiu o zagueiro Lucas Ribeiro por R$ 12,9 milhões neste ano.

É fato que do dinheiro que o Fortaleza receberá pelos direitos de Everton, R$ 6 milhões serão repassados para o ex-presidente Luis Eduardo Girão, hoje Senador (eleito em 2018 pelo PROS e hoje no Podemos), que emprestou tal valor na crítica temporada de 2017, quando o time estava com salários atrasados e ainda disputava a Série C.

No futebol cearense, as seis maiores vendas são do Ceará: Felipe Jonatan, Richardson, Everson, Arthur Cabral, Sandro Manoel e Ederson.

Mais sobre as maiores vendas do Nordeste, no Blog do sempre ótimo e amigo Cassio Zirpoli.

 

Recomendado para você