ID

Voluntários se vestem de fantasmas para manter população em casa na Indonésia

Foto: Reprodução/Vídeo/Mirror

O isolamento social é um dos métodos mais cobrados pelas autoridades para combater o coronavírus. Porém, a quarentena nem sempre é respeitada. Pensando nisso, vilarejos da Indonésia recorreram à ajuda de um folclore do país para tentar manter as pessoas em suas residencias. Foram espalhados fantasmas pelas ruas para vigiarem os bairros da região.

A ação, promovida por Anjar Pancaningtyas, líder de um grupo de jovens que organizou o ato, focou em bairros onde o isolamento estava sendo descumprido pela maioria dos moradores. Os  voluntários foram recrutados para interpretarem “pocong”, um fantasma que, segundo o folclore do país, representa a alma de uma pessoa morta que fica presa em seu corpo e roupa. Segundo o portal de notícias UOL, a iniciativa teve a colaboração da polícia local.

Usando figurinos brancos que cobrem quase o corpo  inteiro, os voluntários tem o objetivo de assustar os moradores  para que, assim, eles não saiam de casa. A patrulha é  feita em vilarejos como Kepuh e Java, além de outros bairros e ruas. A ação funcionou em algumas regiões.

Foto: Reprodução/Vídeo/Mirror

Recomendado para você