ID

Veja o vídeo: Cachorrinha surpreende tutores ao abrir portas e até acionar elevador para sair para brincar

139

Texto por Maria Eduarda Andrade

A cadelinha Cora, de 3 anos, tem feito sucesso na web ao demonstrar sua inteligência. Recentemente, a cachorra foi flagrada chamando o elevador para poder brincar no pátio prédio em que mora. A cena, que viralizou nas redes sociais e milhares de pessoas, foi flagrada através de uma filmagem da sua tutora, a empresária e influencer Maria Eugênia, que compartilhou com O POVO as traquinagens da Cora.

No vídeo publicado nas redes, podemos ver Cora ficando sobre duas patas para acionar o botão do elevador. A tutora explica que a cadela tem ansiedade de separação e não gosta de ficar sozinha em casa.

 

“Eu até hoje não acredito! Esse último que postei, eu fico revendo, porque ela é muito calminha em casa, mas não suporta estar só. Tem ansiedade de separação e como é extremamente inteligente, achou suas formas de fugir”, relata Eugênia.

Veja momento que Cora aciona o elevador: 

O começo de tudo

Cora é uma cadela sem raça definida que foi adotada ainda filhote por Maria Eugênia em São Paulo. “A adotamos em SP, numa feirinha de adoção. Ela foi jogada no lixo ainda bebê”, contou a influencer.

Maria conta que a primeira demonstração da esperteza da cadela aconteceu quando Cora tinha 1 ano de idade – ela aprendeu sozinha a abrir o trinco das portas da casa em que morava.

“Antes de nos mudarmos para esse apartamento, morávamos na mamãe e eu deixei ela numa área que tem 3 portas e todas fechadas. Ao chegar, todas estavam abertas. Ela ainda tinha 1 aninho… tomei um susto. Me preocupei. Daí coloquei uma castanha dentro de um deles e fechei, ela foi lá e abriu” relata a empresária, que filmou, certa vez, a ação da cadelinha, como é possível assistir abaixo:

Cora, no entanto, aprendeu novos truques e não se contentou só com portas. Aprendeu, inclusive, a chamar o elevador do seu atual apartamento.

“Nosso elevador é dentro de casa, e como tem senha pra chegar, deixávamos a porta aberta. Um dia, estávamos jantando fora quando o porteiro nos ligou avisando que ela estava lá embaixo do prédio, com ele na guarita. Voltamos correndo pra casa sem acreditar! Como temos câmera em casa, fomos ver e não acreditamos na cena. Ela está em pé, apertando o botão e fugindo. Há 15 dias ela foi para o campinho brincar”, relembra Maria Eugênia, aos risos.

Embora toda a situação seja surpreendente e engraçada, a tutora conta do receio de que algo aconteça em alguma dessas fugas e relata já ter colocado barreiras para impedir que Cora saia de novo.

“No começo achava bem engraçado. Depois colocamos muitas barreiras, e ela conseguiu fugir. Agora encomendei uma caixinha de acrílico para tapar o botão do elevador. Ela sempre vai para o térreo e mezanino. Nunca foi para a garagem. Graças a Deus”, conclui Eugênia. Enquanto isso, os vídeos da Cora continuam a nos alegrar. É só dar play!

 

 

 

Recomendado para você

Os comentários estão fechados aqui.