ID

Mulher processa rede de fast food por anúncio que a fez quebrar jejum religioso

86

 

(Foto: Divulgação)

A rede de fast food McDonald ‘s está sendo processada por uma russa chamada Ksenia Ovchinnikova. O que chamou atenção foi o motivo pelo qual a levou a tomar essa decisão. A mulher acusa a empresa de ter a “forçado” sair de um jejum religioso no período do Lent – em que os fiéis evitam carne vermelha e outros alimentos de origem animal. Após ver  uma propaganda que mostrava um dos cheeseburgers da franquia, a mulher não resistiu e pediu um lanche na loja mais próxima de sua casa. 

 

Segundo o portal de notícias Daily Mail, Ksenia alegou na ação, que a empresa quebrou o código de proteção ao consumidor quando divulgou uma propaganda contendo produtos com carne vermelha no momento em que os cristãos estão em penitência. De acordo com ela, o anúncio afrontava sua religião. O valor simbólico da indenização que a mulher pediu, alegando danos morais, foi de US$ 14, o equivalente a R$ 73.  A data da primeira audiência ainda não foi marcada. 

 

Recomendado para você

Os comentários estão fechados aqui.