ID

Vinte e dois gatos entram na Justiça contra condomínio após sindico tentar expulsá-los do local

291

Foto: Reprodução/ TV Cabo Branco

 

Vinte e dois gatos entraram na Justiça contra um condomínio em João Pessoa, na Paraíba, que deseja impedir a presença dos animais no local. Os bichanos são os autores da ação e estão sendo assistidos judicialmente pelo Instituto SOS Animais e Plantas.

Os gatos em questão vivem no local antes mesmo de o prédio ser construído. De acordo com o portal G1, os moradores do local sempre colocaram água e comida, levavam os bichanos para o veterinário quando era preciso e cuidavam deles. Mas a polêmica começou recentemente quando a administração do condomínio resolveu notificar quem cuidasse dos animais.

Foto: Reprodução

Na ação, consta que os funcionários do prédio, cumprindo ordens, estão recolhendo os alimentos colocados pelos moradores e por isso, com fome, os gatos estão procurando comida no lixo. A ação cita ainda que todos os animais são castrados (apenas um não foi castrado devido a idade), vermifugados e tomam vitaminas com regularidade.

Em entrevista ao G1, o coordenador do Núcleo de Justiça Animal Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Francisco Garcia, disse que o Código Direito e Bem Estar Animal da Paraíba fala que os condomínios são responsáveis pela guarda de animais abandonados nos prédios.

“Quando animais são abandonados nos prédios dos condomínios, eles ficam responsáveis pela guarda e pelo bem estar dos animais. Tem que alimentar, matar a sede, levar ao médico veterinário quando necessário e controlar a população pra que evite a procriação dentro do espaço”, explica Garcia.

Os 22 gatos assinam a ação: Mãe de Todos, Mostarda, Pretinha, Escaminha, Bubuda, Guerreiro, Wesley, Pérola, Medroso, Juliete, Assustado, Preta, Atleta, Aparecido, Rainha, Esposo, Doida, Branca, Oncinha, Maria-Flor, Matuto e Sol.

Recomendado para você

Os comentários estão fechados aqui.