ID

‘Vaquinha’ para Darlan Romani supera prêmio que COB deu aos medalhistas de ouro em Tóquio

50

(Foto: ANDREJ ISAKOVIC / AFP)

A vaquinha online feita para custear o próximo ciclo olímpico do atleta brasileiro Darlan Romani já superou o valor que o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) pagou aos medalhistas nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Quarto colocado no arremesso de peso, ele fez sucesso nas redes sociais ao homenagear sua filha, ao fazer o famoso “coração coreano” com as dedos, quando estava sendo filmado, e por ter treinado em um terreno baldio localizado em Bragança Paulista, em São Paulo, durante a pandemia da Covid-19.

Até a publicação desta matéria nesta quinta-feira, 12, a vaquinha para Darlan havia passado do montante de R$ 264 mil, representando R$ 14 mil a mais do que a premiação máxima do COB destinada aos medalhistas de ouro em Tóquio. A entidade oferece premiações em dinheiro para os atletas olímpicos conforme a cores das medalhas e quantidade de integrantes.

Os atletas que disputam esportes individuais, como skate e surfe, por exemplo, a premiação é de R$ 100 mil (bronze), R$ 150 mil (prata) e R$ 250 mil (ouro). O POVO explicou como ocorrem as premiações dos atletas medalhistas olímpicos em Tóquio. Você pode acompanhar em detalhes aqui.

Veja o vídeo de Darlan treinando durante a pandemia da Covid-19:

 

 

 

Os comentários estão fechados aqui.