ID

CEO aumenta salário mínimo dos funcionários para R$ 31 mil e diz que a empresa continua a crescer

169

Foto: Divulgação/ Gravity

Há seis anos, Dan Price, CEO da empresa de processamento de cartões de crédito Gravity Payments, resolveu aumentar o salário mínimo de seus funcionários de US$ 70 mil por ano (R$ 375 mil, ou cerca de R$ 31 mil por mês). A decisão foi vista com entusiasmo por alguns e ceticismo por outros, que previam a falência da empresa com sede em Seattle, nos Estados Unidos. Agora, em entrevista recente, Price revelou que, desde então, a Gravity Payments não parou de crescer.

De acordo com o jornal CBS News, Price resolveu mudar o valor do salário após descobrir que uma de suas funcionárias trabalhava secretamente em dois empregos pois a quantia recebida não era o suficiente para pagar as contas. Para por em prática seu plano, ele reduziu o próprio salário em US$ 1 milhão (R$ 5,29 milhões).

Em entrevista ao jornal, o empresário disse que o segredo foi ter diminuído o seu salário para o mesmo valor que seus funcionários ganham. Com isso, ele aumentou o número de funcionários e a taxa de rotatividade de funcionários foi cortada pela metade. Isso, conforme o gestor, fez com que a equipe estivesse cada vez mais preparada para atender as demandas dos clientes.

“O conhecimento deles sobre como apoiar nossos clientes disparou ao longo do tempo e foi isso que realmente pagou pelo aumento, mais do que meu corte de pagamento”, disse Price, em outra entrevista, ao jornal “Sun”.

 

Recomendado para você