ID

Praia da Espanha está sendo destruída por turistas que fazem sexo no local, aponta estudo

168

(Foto: Reprodução)

A reserva natural de Maspalomas, localizada na ilha de Gran Canaria, território espanhol, vem sofrendo com um problema um tanto curioso. Segundo pesquisadores, os visitantes que passeiam pelas dunas do local costumam fazer mais do que só apreciar a vista. De acordo com o artigo publicado pela revista “Journal of Environmental”, os casais que visitam o local costumam fazer sexo no território, por parecer intimista.

No entanto, a pesquisa revela que o ato pode prejudicar o patrimônio natural. Foram localizados 298 “locais de sexo” nas dunas da praia de Maspalomas, local de aproximadamente três quilômetros quadrados. Os ambientes que são praticadas as atividades sexuais costumam ser cobertos por vegetação e arbusto. Neles, se pode encontrar uma grande quantidade de camisinhas, papéis toalha, garrafas, e bitucas de cigarros. Além do lixo deixado, são encontradas também áreas que foram usadas como uma espécie de banheiro, onde é possível encontrar urina e material fecal.

Patrick Hesp, um dos pesquisadores do estudo, escreveu em artigo para o site The Conversation que os lagartos gigantes da Gran Canária também estão sendo afetados depois de comer preservativos deixados no local.

“Não estamos reivindicando o fim do sexo em público, mas queremos que as pessoas saibam do dano que estão causando – na ilha. Um casal transando na praia é uma coisa, centenas, outra”, diz um trecho do artigo.
O local costuma receber turistas vindos dos Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido, recebendo, por ano, cerca de 14 milhões de visitantes.

Recomendado para você