Leituras da Bel

Vá, coloque um vigia: a engenhosidade de Harper Lee

Cena do Filme O Sol é Para Todos

Cena do Filme O Sol é Para Todos

Vá, Coloque um Vigia é semelhante a uma facada no peito. O livro dá continuidade a O Sol é para todos, obra-prima da escritora norte-americana Harper Lee. Página após página, acompanhamos momentos da juventude de Scout (Jean Louise Finch). Anos depois dos acontecimentos vistos no volume anterior, somos levados a um Alabama bem diferente. Os moradores ainda estão lá, as casas ainda estão lá, as estradas ainda estão lá. Mas as doses de “avanço” são sentidas por Scout.

Acostumada a correr pelas ruas de Maycomb de macacão e camiseta, ela retorna à cidade natal para uma visita de poucos dias. Entre o ponto que O Sol é Para Todos parou e início do novo livro há um hiato considerável. Nesse tempo no qual o leitor esteve afastado, muito aconteceu na pacatez do lugar. Calpúrnia, a empregada negra que serviu a família Finch durante décadas, está aposentada. Atticus, pai de Scout, amarga uma grave doença que o impede de realizar alguns movimentos. Jem, o querido e inseparável irmão de Jean Louise, morreu de um ataque cardíaco. Dill, o amigo inseparável, está viajando o mundo.

Atticus, Dill, Jem e Scout em cena do filme O Sol é Para Todos

Atticus, Dill, Jem e Scout em cena do filme O Sol é Para Todos

Scout se sente sozinha como nunca antes. Não bastasse todas as mudanças no lugar, ela ainda é confrontada com uma realidade que não quer enxergar/admitir: Atticus, seu amado pai, não é o herói livre de defeitos que ela julgada. Jean Louise, que deixou a tranquilidade de Maycomb para morar em Nova York, precisa lidar com as decepções, os pontos de vista diferentes. É uma história cheia de dor.

Semelhante a O Sol é Para Todos, os discursos e as vozes são essenciais para a construção do texto. É pelas palavras que Scout se decepciona, enfrenta a família, tenta entender os caminhos que ela e os outros traçaram.

Em 1962, O Sol é Para Todos foi lançado como filme e chegou a faturar um Oscar.

 

Harper Lee, escritora norte-americana

Harper Lee, escritora norte-americana

Haper Lee morreu em fevereiro último, aos 89 anos. A escritora, que ganhou o Prêmio Pulitzer por O Sol é Para Todos, morava em uma casa de repouso no Alabama e sofria com problemas visuais e auditivos. Depois do sucesso estrondoso do livro, em 1960, ela ficou distante da vida pública e não lançou outras publicações. Apenas em 2015 veio a público a notícia de que manuscritos de uma nova obra – dessa vez, com a continuação de história – havia sido encontrada.

Desde que a notícia veio à tona, muitas teorias surgiram sobre a originalidade do livro. A principal especulação é quando Harper Lee teria produzido o material – já que ficou reclusa e com a saudade debilitada por décadas. Uma vertente diz que Vá, Coloque um Vigia havia sido produzido anos antes de O Sol é Para Todos. Outra, que a escritora havia apenas feito capítulos e trechos espaçados – cabendo a outra pessoa a consolidação da obra. São muitas especulações para uma única obra.

O que se sabe, ao certo, é que a mágica história de Jean Louise Finch em  O Sol é Para Todos ganhou uma continuação a altura.
Vá Coloque um VigiaServiço
Vá, Coloque Um Vigia
Harper Lee
R$ 40
350 páginas
Editora José Olympio

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *