Leituras da Bel

A palma de ouro dos gauleses

asterix-e-obelix

Em clima de Olimpíada e Paralimpíada, publicação lançada pela primeira vez em 1968 chega as livrarias brasileiras em reedição especial

A dupla gaulesa Asterix e Obelix teve a primeira publicação oficial em 1961. São 55 anos de humor sarcástico, banquetes e combates épicos. Mais de 350 milhões de exemplares sobre as aventuras dos amigos já foram vendidos ao redor do mundo, além das animações e dos filmes de ação. Em 1968, quando a França era anfitriã dos Jogos Olímpicos de Inverno, René Goscinny e Albert Uderzo, mentores da série, resolveram enviar os personagens para participar dos torneios em Olímpia, na Grécia. A aventura, narrada sob o título Asterix nos Jogos Olímpicos, mostra as peripécias dos amigos para conseguir disputar (e ganhar) uma prova.

Após descobrir a realização das competições casualmente, a comitiva gaulesa viaja na esperança de ganhar uma Palma de Ouro – prêmio concedido aos vencedores. As competições são dedicadas aos povos gregos e romanos. Na ansiedade de participar, entretanto, os moradores da Gália declaram que – como integram o Império Romano – também são romanos. E, assim, conseguem entrar nos torneios.

Os gauleses apostam na vitória graças a famosa poção mágica que garante “força sobre-humana a todos que beberem”. Ao chegar em Olímpia, entretanto, é vetada a participação sob efeito da bebida. Um dos trechos mais divertidos é o momento que Asterix confirma a Obelix que ele não poderá participar da competição por ter caído em no caldeirão de Panoramix quando criança.

ASTERIX1

A partir daí, as esperanças do grupo são depositadas em Asterix. Graças a uma pegadinha planejada pelos gauleses, todos os adversários são eliminados e eles conseguem a tão sonhada Palma de Ouro. É mais uma aventura bem humorada da dupla – que transita entre o humor doce e debochado ao longo das 48 páginas. O volume foi relançado no Brasil pela Editora Record em comemoração à Olimpíada e à Paralimpíada realizadas este ano no Rio de Janeiro. A edição tem 16 páginas de conteúdo extra – mostrando detalhes da produção, curiosidades e fac-símiles.

A construção acertada dos dois personagens não é uma novidade. Asterix e Obelix já divertiram várias gerações. Em Asterix nos Jogos Olímpicos, entretanto, há destaque para uma crítica ácida ao comportamento nem sempre amigável dos turistas e ao patriotismo exacerbado em tempos de competição. Quadro não muito diferente do visto durante a Rio-2016.

Saiba mais
Em 2008 foi lançado um filme baseado no enredo do livro. O elenco conta com Clovis Cornillac, Gérard Depardieu, Benoît Poelvoorde, Alain Delon, Vanessa Hessler, Franck Dubosc, José Garcia, Stéphane Rousseau e Jean-Pierre Cassel.

Serviço
ASTERIX3Asterix nos Jogos Olímpicos
René Goscinny e Albert Uderzo
Tradução: Gilson D. Koatz
64 páginas/ Ed. Record
Quanto: R$ 49,90

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.