Leituras da Bel

Português Manuel Alegre vence o Prêmio Camões 2017

Manuel Alegre, escritor português

Da Agência Brasil

O escritor Manuel Alegre venceu a 29ª edição do Prêmio Camões 2017, concedido pela Fundação Biblioteca Nacional. Ele nasceu na cidade portuguesa de Águeda, em 1936. No campo da poesia, começou a ganhar destaque com as coletâneas Poemas Livres, datadas entre 1963 e 1965. A decisão havia sido anunciada na última semana, mas só foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta terça-feira. Manuel vai ganhar 100 mil euros.

Seu reconhecimento foi ampliado com a publicação de dois volumes de poemas: Praça da Canção (1965) e O Canto e as Armas (1967). Em 1989, Manuel Alegre estreou na ficção com o livro Jornada de África. O escritor assina diversas outras obras. No entanto, foram estas as consideradas pelo júri de 2017 para condecorá-lo com o principal prêmio da língua portuguesa.

Instituído em 1989 por Portugal e pelo Brasil, o Prêmio Camões é concedido anualmente a um escritor de língua portuguesa cuja obra tenha contribuído para a projeção e reconhecimento da língua em todo o mundo. O valor pago pelo prêmio é 100 mil euros e o governo brasileiro paga a metade (50 mil euros) do valor.

O juri da Fundação Biblioteca Nacional se reuniu no último dia 8 de junho, no Rio de Janeiro, para escolher o vencedor da 29ª edição do prêmio. A escolha foi publicada no Diário Oficial da União de hoje.

Vários escritores brasileiros já ganharam este prêmio. O primeiro brasileiro a recebê-lo foi João Cabral de Melo Neto (1990). Também foram premiados a escritora Rachel de Queiroz (1993), Jorge Amado (1994), Antonio Cândido (1998), Autran Dourado (2000), Rubem Fonseca (2003), Lygia Fagundes Telles (2005), João Ubaldo Ribeiro (2008), Ferreira Gullar (2010), Dalton Trevisan (2012) e Alberto da Costa e Silva (2014). Em 2016, o prêmio foi concedido ao escritor brasileiro Raduan Nassar.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *