Leituras da Bel

Fabrício Carpinejar e Ailton Krenak encerram o projeto Diálogos Contemporâneos em Fortaleza

O escritor Fabrício Carpinejar é o próximo convidado do Diálogos Contemporâneos, projeto literário realizado pela Associação dos Amigos do Cinema e da Cultura (AACIC). Ele profere a conferência com tema “O envelhecimento e o espaço social dos que não são mais jovens” na segunda-feira, 16 de maio, com mediação de Anna K. Lima.

Depois de Carpinejar, o escritor, ambientalista e líder indígena Ailton Krenak encerra o projeto em Fortaleza na terça-feira, 17, com a conferência sobre “A cultura do descarte: sociedade de consumo, meio ambiente e o futuro da humanidade” e mediação de Talles Azigon. O projeto acontece às 19h no Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult/CE) gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM).

O acesso é gratuito por ordem de chegada. Todas as conferências têm transmissão ao vivo no canal da AACIC no YouTube: https://www.youtube.com/aacic

Ação nas escolas – Como uma ação de formação de leitores do projeto Diálogos Contemporâneos, grupos de alunos de oito escolas públicas estão estudando um livro de um dos oito escritores convidados do projeto em Fortaleza. São 30 alunos de cada escola. Juntos, conhecem a obra do escritor e se aprofundam em um de seus livros. Alunos do Liceu de Messejana estudaram “Coragem de viver”, de Fabrício Carpinejar, e vão conversar com o autor no dia 16 pela manhã, na própria escola. Alunos da EEMTI Profa. Telina Barbosa da Costa estudaram “Ideias para adiar o fim do mundo”, de Ailton Krenak, com quem têm um encontro na manhã do dia 17.

Fabrício Carpinejar

Escritor premiado, Fabrício Carpinejar tem 48 livros publicados e mais de 20 prêmios literários, entre eles, duas vezes o Prêmio Jabuti. É um dos escritores contemporâneos brasileiros mais reconhecidos do país. Suas obras transitam entre diversos gêneros como poesia, crônicas, infanto-juvenis e reportagens. Seu novo livro, “Depois é Nunca”(Grupo Editorial Record), é um conjunto de reflexões aprofundadas sobre o luto e a despedida. Carpinejar é jornalista com larga experiência em programas em rádio e televisão, ator interpretando suas crônicas, influenciador digital com três milhões de seguidores nas redes sociais, palestrante requisitado no mundo corporativo e professor de Estética no Pós-Graduação da PUC-RS.

Ailton Krenak é escritor, pesquisador, ambientalista e líder indígena. De origem do Povo Krenak, suas pesquisas e atuação vão de encontro com a luta dos povos indígenas e questões ambientalistas. É considerado uma das maiores lideranças do movimento indígena brasileiro, possuindo reconhecimento internacional. Krenak é autor entre outras do livro “Ideias para adiar o fim do mundo” (2019), “O amanhã não está à venda” (2020) e “A vida não é útil” (2020), pela Companhia das Letras, e “Lugares de Origem”, com Yussef Campos (2021. Editora Jandaíra). Em 2016 recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal de Juiz de Fora e em 2020 ganhou o Prêmio Juca Pato de Intelectual do Ano, oferecido pela União Brasileira de Escritores.

As conferências

Tema de Fabrício Carpinejar: “O envelhecimento e o espaço social dos que não são mais jovens”

A média de vida no Brasil aumentou significativamente nas últimas décadas, saindo de 57 anos em 1970 para 76 anos em 2019, alterando a percepção que temos dos mais velhos em nosso meio. Entre as classes média e alta, a média de vida se aproxima dos 80 anos. O Brasil está preparado para receber esse crescente número de pessoas que em 2030 superará a população de crianças e adolescentes? A conferência terá como mediadora a escritora Anna K. Lima, autora de “Claviculário”, publisher da Aliás Editora.

Tema de Ailton Krenak: “A cultura do descarte: sociedade de consumo, meio ambiente e o futuro da humanidade”

O Brasil se tornou o centro das preocupações mundiais em decorrência dos desastres ambientais, queimadas, desmatamentos e invasões de terras indígenas e reservas ambientais. A devastação inviabiliza o desenvolvimento sustentável, comprometendo a preservação do meio ambiente e condenando as gerações futuras. A conversa será mediada pelo por Talles Azigon, poeta, editor, mediador de leituras. É um dos criadores da Editora Substânsia e um dos atuais curadores da Bienal Internacional do Livro do Ceará.

Diálogos Contemporâneos

Com a participação de algumas das maiores referências da literatura brasileira da atualidade, em conferências para pensar o contemporâneo a partir de suas obras literárias, o projeto literário Diálogos Contemporâneos teve início em Fortaleza no dia 18 de abril e segue até o dia 17 de maio com atividades semanais. Já participaram os escritores Mary Del Priore, Mário Magalhães, Tony Bellotto, Preta Ferreira e Viviane Mosé.

O Projeto Literário Diálogos Contemporâneos é uma realização da Associação Amigos do Cinema e da Cultura com recursos de Emenda Parlamentar de execução obrigatória destacada à Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo. Apoio institucional: Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult/CE).

PROTOCOLO DE ACESSO – Para ter acesso à programação presencial no Cineteatro São Luiz será exigida a apresentação do passaporte vacinal com as três doses ou dose de reforço (até 6 meses da aplicação da vacina de dose única) para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, acompanhado de documento oficial com foto.

Serviço
Projeto Literário Diálogos Contemporâneos – Entre 18 de abril e 17 de maio de 2022, às 19h, no Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro, Fortaleza/CE). Acesso gratuito, por ordem de chegada (sem retirada de ingresso).

 

Recomendado para você