Leituras da Bel

Editora Gosto Duvidoso lança financiamento para publicar livro sobre o drama de um homem na ditadura militar

As instituições estão funcionando normalmente é o primeiro romance de Flavio Pereira Senra. A obra ilustra o drama de um homem solitário que tem que lidar tanto com seus conflitos familiares quanto com os horrores dos porões da democracia brasileira. A história se passa em um futuro próximo hipotético, mas não inverossímil, no qual o Brasil se encontra imerso na mais eficaz forma de regime neofascista: aquele que se disfarça de plena democracia. O projeto conta com desenhos do quadrinista e ilustrador Alvaro Maia. Uma campanha de financiamento coletivo na plataforma Catarse foi criada para publicação da obra.

A meta da campanha de Flavio Pereira Senra é arrecadar R$ 12 mil. Até agora, 71 pessoas já realizaram apoios na campanha, que ficará no ar pelos próximos 55 dias. Apoios de R$ 45 até R$ 90

Flavio Pereira Senra, o autor

Veja a campanha clicando aqui!

As instituições estão funcionando normalmente será impresso no formato brochura, nas dimensões 16cmx23cm. Além de exemplares da obra, o colaborador poderá adquirir outros títulos da Gosto Duvidoso e brindes exclusivos com ilustrações do projeto e desenhos originais de Alvaro Maia.


Flavio Pereira Senra é professor de Língua Portuguesa e Literaturas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. É autor de diversos contos e poemas. As instituições estão funcionando normalmente é seu primeiro romance.

A narrativa acompanha a trajetória de Acrísio, técnico-administrativo em uma das poucas universidades federais que ainda não foram tomadas pela junta militar-empresarial que comanda o país. A vida desse trabalhador comum muda quando, naquilo que parecia ser somente mais um dia qualquer, a secretaria onde trabalha é invadida por agentes do Estado, que efetuam a sua prisão de forma violenta e espetacularizada, sob acusação de ele ser parte de uma suposta célula de guerrilheiros comunistas infiltrados na universidade. A partir daí, Acrísio terá que enfrentar tanto com seus pesados dramas familiares quanto os horrores dos porões da democracia brasileira.

Esta ficção especulativa distópica tenta responder a uma pergunta: se o Brasil continuar nesse rumo, aonde poderemos chegar? Trata-se de um contexto sociopolítico em que opositores do governo são perseguidos, especialmente se forem ligados a partidos ou organizações de esquerda. Militares, numa caçada ao que definem de “terroristas socialistas”, tomam diversas instituições de ensino público, que logo em seguida são entregues para grandes conglomerados da educação privada. Drones armados sobrevoam os céus das capitais, especialmente nas regiões mais pobres. Várias periferias estão sob pesada intervenção militar, num suposto projeto de “manutenção da segurança”. Inúmeras organizações paramilitares surgem pelo país: esquadrões da morte, grupos armados neonazistas e milícias ultranacionalistas de extrema-direita.

Além do texto de Flavio Pereira Senra, As instituições estão funcionando normalmente conta com ilustrações de Alvaro Maia (artista da graphic novel Kriança Índia). Há ainda passagens no formato de HQs intercaladas com o texto em prosa, o que confere mais dinamismo à trama.

Serviço
As instituições estão funcionando normalmente
Financiamento Coletivo
Apoios de R$ 45 até R$ 90
Para apoiar: https://www.catarse.me/instituicoes

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *