Plínio Bortolotti

Pedestre sofre no caos urbano de Fortaleza

825 2

Lixo pelas canelas, na av. Visconde do Rio Branco. Foto de Iana Soares

Com o título “Pedestre sofre!”, O POVO publica hoje (22/7/2010) matéria sobre o caos urbano de Fortaleza. Amanhã está previsto para sair os problemas que os repóreres encontraram no centro da cidade.

Textos, fotos e ilustrações podem ser vistos aqui:

Pedestre sofre!
Um caminho recheado de surpresas
Uma atividade arriscada
Lixo acumulado

Que os problemas existem, persistem, desrespeitam o cidadão e desafiam a administraçõa pública, ninguém duvida, agora, duro é ler explicações como está, expressa no texto principal da reportagem:

«De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano de Fortaleza (Semam), embora constituam áreas públicas, as calçadas são de total responsabilidade dos proprietários dos imóveis. Sendo assim, fica a cargo deles a construção e manutenção dos passeios. Segundo Alan Arraes, coordenador de fiscalização e controle urbano do órgão, “é irregular qualquer tipo de obstrução da calçada”.»

Virou moda

Agora é moda na Prefeitura culpar sempre alguém pelo problemas urbanos que atenazam a vida da população. Ora, a calçada pode ser responsabilidade do proprietário do imóvel, mas não existe nenhuma lei que regule a matéria. E o Código de Posturas do Municíupio, não vale?

Se alguém não está cumprindo a lei, o município que a faça valer, com sua fiscalização, autuando os infratores. Afinal, a cidade tem ou não tem prefeita?

As fotos foram feitas na avenida Visconde do Rio Branco

As calçadas são dos carros, como o céu é do avião. Foto de Iana Soares

Proibidio colocar lixo: e quem respeita - na Fortaleza, terra de ninguém? Foto de Iana Soares

Recomendado para você