Política

Roseno diz que João Alfredo é o melhor nome da oposição para disputar Prefeitura

João Alfredo substituiu Roseno como nome do Psol na disputa pela Prefeitura de Fortaleza

João Alfredo substituiu Roseno como nome do Psol na disputa pela Prefeitura de Fortaleza

Em resposta ao texto “A estranha ausência de Renato Roseno”, publicado recentemente neste blog, o deputado estadual pelo Psol enviou o seguinte posicionamento, que você pode conferir abaixo na íntegra.

“A decisão de nosso partido (PSOL) no Ceará em apresentar o nome de nosso companheiro João Alfredo como candidato à prefeitura de Fortaleza foi feita com a profunda convicção de estarmos dedicando nosso melhor quadro de oposição a gestão atual do prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio para concorrer as eleições 2016. Um companheiro que acumulou em dois mandatos (8 anos), no legislativo municipal, um conhecimento vivo e uma interpretação da cidade e de seus problemas, bem como elementos para o anúncio de uma cidade desejada, acalentada e animada por nossos sonhos e por uma prática engajada nas principais lutas da cidade.

João Alfredo é um quadro cujo patrimônio de 40 anos de vida política melhor o posiciona para ser porta-voz de nosso projeto para nossa Fortaleza, a Fortaleza do bem comum, com condição de dar resposta às várias problemáticas de nossa cidade. Sua candidatura é a bela síntese de uma trajetória política e da vivência profunda com os anseios da nossa Fortaleza. Uma síntese imprescindível e convocatória para que a cidadania possa voltar a aportar sonho à vida política.

Nesse sentido a candidatura de João Alfredo encarna a Fortaleza diversa, com um tecido social complexo e uma capacidade criativa excepcional. Uma cidade em que no imaginário de seus habitantes ainda pulsa a cidade pública vivenciada por moradores em suas praças, praias e espaços públicos, e que se confronta com a cultura privatizante e especuladora que foi imposta como força predominante dos últimos anos. A candidatura de João Alfredo representa a nossa recusa coletiva à dinâmica atual de um governo que pavimenta a estrada para as grandes corporações que logram enormes benefícios em seu favor e provocam enormes desigualdades dirigidas a maior parte da população.

Nosso mandato de deputado estadual se encontra estreitamente vinculado ao Estado do Ceará, suas regiões e municípios, e esperamos fortalecer nossa presença nos cerca de 25 municípios cearenses onde o PSOL se apresenta como alternativa em meio às tão conhecidas e binárias disputas das oligarquias familiares locais. Temos uma responsabilidade com essa construção estadual. É papel do nosso mandado de deputado estadual contribuir para o crescimento e consolidação do PSOL no Ceará.

Temos uma imensa responsabilidade com a condução desse mandato que tem acolhido um sem número de causas, de variados segmentos da sociedade, cuja energia social não encontravam acolhimento e repercussão na Assembleia Legislativa do Ceará. O fato de sermos um único mandato do PSOL, e ao mesmo tempo lidarmos com a ascensão crescente das demandas de setores e de suas causas associadas, nos deixam claro a necessidade de levarmos essa experiência até seu desfecho. Pleitear qualquer cargo eletivo nesse momento seria pôr em risco essa necessidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 − 3 =