Política

Ferreira Aragão diz eleitores dos EUA não sabem votar

318 3
O deputado estadual disse que não só brasileiros votam mal (FOTO: Divulgação/AL)

O deputado estadual disse que não só brasileiros votam mal (FOTO: Divulgação/AL)

O deputado estadual Ferreira Aragão (PDT), em pronunciamento na Assembleia Legislativa na manhã desta quinta-feira, 10, afirmou que o eleitor dos Estados Unidos da América não sabe votar. O parlamentar repercutiu a eleição do empresário republicano Donald Trump na madrugada da última quarta-feira, 9, como presidente do país.

Ferreira Aragão, que é apresentador de programa policial, disse que está preocupado com Trump, que chamou de “louco”, como chefe do Executivo dos EUA e comparou o fato com o “apocalipse”. Segundo ele, quem votou em Trump “não é politizado” e “não é só aqui (no Brasil) que as pessoas votam mal”.

“Elegeram um maluco inconsequente. Cartão vermelhos para a população americana por escolher aquele homem como representante”, criticou.

Trump foi eleito o 45° presidente dos EUA alcançando 276 delegados, seis a mais do que o necessário. A democrata Hillary Clinton, ex-senadora e secretária de Estado, alcançou 0,2% a mais de votos absolutos do que Trump, mas perdeu em número nos colégios eleitorais.

O futuro presidente da América foi bastante criticado durante sua campanha por declarações consideradas machistas e xenófobas e por proposta de que construiria um muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México.

Recomendado para você

3 Comentários

  • João Luiz Pereira Tavares disse:

    Esses papos que foram construídos pelo jornalismo “mainstream” em cima do TRUMP foi pura narrativa! Sobretudo os exageros sobre a personalidade do bilionário.

    Lembremos algumas NARRATIVAS de um passado recente por aqui mesmo. Aqui:
    Tudo nesse mundo contemporâneo é uma questão de NARRATIVA! E muitos FORMADORES DE OPINIÃO utiliza-a em abundância. Muitas vezes NARRATIVAS apenas publicitárias! Tal qual aquela exata de sabonetes. Isso mesmo, sabonete.
    Bastante desse papo é pura narrativa! Veja abaixo e lembre-se do passado recente, na política, por exemplo, do PT.
    Por exemplo, “Golpe” é propaganda de sabonete!
    Ainda o PT tem o poder das NARRATIVAS. Perceba as ocupações e invasões de escolas secundárias e as contradições presentes… Ou, também, por outro lado, observar os nossos impulsos e comportamentos diários no âmbito da pu-bli-ci-dade… Que é uma espécie também de NARRATIVA (imagens; embalagens; fotos suculentas; slogans; frase-clichê: tipo «Coração Valente»).
    Outro exemplo, analisando apenas uma frase-clichê de a pouco, a “não vai ter golpe” (substituída dissimulada e suavemente pela mais “moderninha”, ” chique” e mais recente “Fora Temer”). Veja:
    “Golpe” é sabonete com proteína.
    GOLPE é papo furado… Fique atento, reflita e pense. É clichê publicitário Petista (o dito «SLOGAN», compreende?). Do tipo que vem escrito nas caixinhas de SABONETE com proteína do leite e karité, hidratação DUPLA.
    SUI-GENERIS:
    Cabeças arejadíssimas e sui-generis são críticos do PT…
    Não é aquele papo repetitivo de Petistas, não… Confira e analise, para confirmar isso. Reflita.
    Eis:
    AS FRASINHAS DO PT: “casa grande e senzala; “burguesia”; «velha mídia»; “pobre viajando de avião”; minha casa minha vida; “PRONATEC” (a maior picaretagem do planeta!); “não vai ter golpe” substituído por “fora Temer”; “coxinha”; a picaretagem máxima de rir: “fascista” (inflação total do conceito!); “luz para todos”; “Coração Valente” e o clássico: “Nunca na história desse país”…, do Molusco.
    O PCdoB (puxa-saco SEM IDENTIDADE própria) assina embaixo de TUDO do PT!

  • Paulo Andrade disse:

    Ferreira ARAGÃO .
    Se Hillary teve mais votos que Trump, então o erro não foi do eleitor,
    O erro foi do voto indireto dos colégios.
    Hillary, teve 0,2% votos a mais e não estar eleita, não é cupa dos eleitores, e sim do sistema.
    Então não foi o povo quem elegeu Trump.
    Se é essa apuração dos votos e se não é o povo quem elege esse colégio, não podemos culpar o eleitor.

  • Paulo Andrade disse:

    Aproveito para pedir policiamento inclusive de investigadores para o bairro do Joquei.
    Aqui não se vê policia a muito tempo.
    Se falarem que tem, pode chamar de mentiroso.
    Nem quando chamamos vem.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *