Política

Prefeitura de Aurora é alvo de batida policial em investigação do MP

293 1

A comissão de licitações da Prefeitura de Aurora, na região do Cariri, foi alvo de batida da Polícia Civil na manhã desta quarta-feira, 14. A diligência integra investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) sobre supostas fraudes de pelo menos R$ 13 milhões em licitações para transporte escolar.

Segundo investigação, irregularidades teriam ocorrido de 2009 até 2012. A ação teve início após o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Fazenda) denunciar ao Ministério Público movimentações financeiras “absolutamente incompatíveis” com condições econômicas de gestores do município.

A partir daí, o MP iniciou investigação, inclusive com quebra de sigilo bancário de envolvidos. Uma das empresas investigadas teria recebido irregularmente pelo menos R$ 13 milhões. Na manhã desta quarta, foram cumpridos, além dos mandados de busca e apreensão, uma série de oitivas de testemunhas e investigados para o avanço das apurações.

As medidas foram deferidas pelo juiz João Pimentel Brito após pedido do Gaeco. Entre as acusações, estão a de crimes de fraude de licitações, peculato, corrupção e lavagem de dinheiro.

Outro lado

Procurada pelo Blog Política, a assessora jurídica da Prefeitura de Aurora, Maísa Vitório, confirmou a apreensão dos documentos. Ela afirma que a Prefeitura aguarda desdobramentos do caso e que está “inteiramente a disposição” do MP para quaisquer esclarecimentos. A assessora destaca ainda que todos os processos foram localizados.

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *