Política

Presidente do PDT nega racha no partido por possibilidade de aliança com Eunício

André Figueiredo nega racha dentro do PDT por causa de aliança com Eunício (Foto: Reprodução / Facebook)

O deputado federal André Figueiredo (PDT), presidente da sigla no Ceará, reafirmou, em entrevista ao Blog Política, que não apoia aliança com o presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB) e negou que sigla esteja rachada. “Sou contra e permanecerei contra porque nós somos oposição a tudo o que o PMDB está hoje fazendo com o Brasil. Como nós podemos nos compor no Ceará?”, disse.

Em encontro regional do PDT no último sábado, no município de Ipueiras, André deu declarações contrárias às do ex-governador Cid Gomes, que admitiu possibilidade de retomar aliança com Eunício se fosse necessário para a reeleição do governador Camilo Santana (PT). No mesmo evento, André afastou possibilidade de composição com o peemedebista e disse que quem dá carona a um “mau elemento” acaba sendo roubado.

De acordo com ele, porém, o que houve foi uma “discussão normal” e posição contrária à aliança é “quase unanimidade no PDT”. “O próprio Cid, não quero aqui falar por ele, mas até ele não gostaria disso, a não ser que o governador peça, mas eu acredito que ele não vai fazer isso”, continuou.

André Figueiredo negou que tenha havido conversas do partido com Eunício e disse acreditar que diálogo com Camilo tenha sido “meramente institucional”. “Nós temos uma prioridade que é a eleição do Ciro (Gomes) para presidente e precisamos pensar em qual é o melhor caminho. Lógico que a reeleição do Camilo também é importante, mas topar uma aliança com o Eunício é complicado”, completou.

 

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *