Política

“Troca troca” de comandos na Polícia Federal não deve atingir Ceará

Delano Cerqueira está no comando da Polícia Federal no Ceará desde 2016 (Foto: Divulgação)

Cerqueira está no comando da Polícia Federal no Ceará desde 2016 (Divulgação)

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, deverá trocar pelo menos 12 dos 27 superintendentes regionais do órgão no Brasil. Entre os que deverão ser mantidos no cargo, está o gestor da corporação no Ceará, Delano Cerqueira.

A informação foi divulgada na tarde desta quarta-feira, 5, pelo portal de notícias G1. Até agora, as informações seguem em caráter de especulação, tendo sido confirmadas mudanças apenas nos comandos da PF em Pernambuco e Paraíba.

Ainda segundo o G1, dois delegados com atuação de destaque na Lava Jato devem assumir superintendências. Érika Mialik, que comandou o grupo em Curitiba, deve assumir o comando do órgão em Sergipe. Já Luciano Flores, que interrogou o ex-presidente Lula, deve assumir no Mato Grosso do Sul.

Delano Cerqueira Bunn é natural de Curitiba/PR, tem 39 anos e graduou-se em Direito pela Universidade Federal da Bahia. É especialista em Logística e Mobilização Nacional pela Escola Superior de Guerra – ESGO e Observador Policial em Missões de Paz das Nações Unidas – Corpo Nacional de Polícia (Espanha). Ele chefia a PF no Ceará desde fevereiro de 2016.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *