Política

Lula indica Haddad para vice na disputa à Presidência

8084 3

Gleisi Hoffmann e Fernando Haddad visitam o presidente Lula na sede da PF em Curitiba na quinta-feira, 17. (Foto: Ricardo Stuckert)

Em carta à executiva nacional do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou Fernando Haddad para a vice na chapa que disputa as eleições presidenciais deste ano.

Preso em Curitiba há quatro meses na Operação Lava Jato, Lula deve ser impedido de concorrer pela Justiça Eleitoral, cujo prazo-limite para impugnação de candidatos é 15 de agosto, último dia para homologação dos postulantes.

Nessa hipótese, mantido o atual cenário, o ex-prefeito de São Paulo assumiria a cabeça da chapa. O PT, então, abriria a vaga de vice para um aliado, provavelmente a deputada estadual Manuela d’Ávila (RS), do PCdoB, que foi oficializada como presidenciável no último fim de semana.

Em entrevista ao O POVO, o deputado federal José Guimarães (PT) confirmou a indicação de Haddad para companheiro de chapa de Lula e disse que, a partir de agora, “a ideia é construir uma aliança nacional em torno de PT, PCdoB e Pros”. Segundo o parlamentar cearense, “Haddad é o nome que é a cara do Lula e é marcado pelo extraordinário desempenho no Ministério da Educação”.

O PT foi pressionado a apontar o vice ainda na noite deste domingo para evitar embaraços com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cuja jurisprudência não é totalmente clara a respeito do calendário para apresentação da chapa completa.

Internamente, parte dos ministros da Corte considera que a data final para o preenchimento do posto seria até o encerramento do período de convenções partidárias.

Ainda na noite de sexta-feira, ao deixar a carceragem da Polícia Federal, onde Lula é mantido desde 7 de abril, a presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann,  afirmou que a legenda não decidiria sobre o vice neste domingo.

A parlamentar, que havia se reunido com o petista por duas horas, chegou a dizer que o presidenciável Ciro Gomes (PDT) seria um bom nome para desempenhar a função.

Ex-prefeito da capital paulista derrotado em 2016 ainda no primeiro turno pelo tucano João Doria, Fernando Haddad é coordenador do programa de governo do PT na briga pela Presidência. Advogado, ele também integra a equipe de defensores de Lula, que pode visitá-lo diariamente.

Com o veto quase certo à participação do ex-presidente como candidato, Haddad, apresentado como plano “B” da legenda, se converte no principal nome do partido nas eleições. É ele, por exemplo, que vai participar das sabatinas e debates políticos na TV, rádio e internet.

Para José Guimarães, a partir de agora “Haddad deixa de ser Haddad” e passa a ser Lula. “Ele é a expressão do Lula. E fará um grande trabalho à frente da vice”, disse.

Questionado se o PT deve convidar Manuela d’Ávila oficialmente para integrar a chapa, o deputado desconversou. “Isso está sendo discutido ainda. Os partidos (PCdoB e PT) estão conversando.”

Sem vice ainda, a candidatura do PT à Presidência foi homologada no último sábado, em São Paulo.

Recomendado para você

3 Comentários

  • Lourival Almeida de Aguiar disse:

    Se Eunício e o senador do Camilo o Camilo não é meu governador. E PT saudações!

  • Maria Regina Portela Gomes disse:

    Deus é mais,Esse Ciro Gomes,É tão safado qnt a qualquer outro gospista. Eu voto 13,Lula presidente.

  • Carlos Ladislau disse:

    Verdades enincoerências:

    Mentiras:
    1) Lula é candidato (piada);
    2) Lula sabe escrever uma carta (impossível)
    3) O PT está unido (piada).
    4) o ÚNICO candidato que apoia declaradamente a lavajato também é o ÚNICO que não está envolvido em falcatrua: Jair Bolsonaro (verdade)
    5) Se o P(MDB) foi o articulador do golpe, como o PT é aliado do P(MDB) em vários estados?
    6) Como alguém que perdeu no 2° turno para prefeito poderia ganhar eleição em nível nacional?
    7) PSol e PCdoB lançam candidatos, mas matam e morrem por Lula, um presidiário que está nessa condição por ser corrupto.
    8) 99% da imprensa apoia Lula e, consequentemente, a corrupção.
    9) A esquerda quer o poder de todo jeito, e o lema é claro: Não importa os meios, o que interessa são os fins.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *