Política

Após intimação do TSE, Ciro Gomes é o único a detalhar patrimônio entre candidatos à Presidência

18643 2

Candidato do PDT, Ciro Gomes detalhou a declaração de bens ao TSE (Foto: Nelson ALMEIDA / AFP)

Um dia após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) intimar todos os candidatos a detalharem informações relativas a patrimônio fornecidas no ato de registro da chapa, apenas Ciro Gomes (PDT) havia atualizado o cadastro entre os postulantes à Presidência.

Entre os 13 nomes que disputam o Planalto, o pedetista é o único até agora a informar características de bens e a especificar dados de contas e créditos bancários, antes dispensados.

A declaração do presidenciável, que soma R$ 1.695.203,15 em patrimônio, inclui dados sobre os veículos que possui, participações societárias e dimensões dos imóveis.

Entre os bens declarados, o ex-ministro informa uma casa em Sobral no valor de R$ 300 mil, herança do espólio de Maria José Santos Ferreira Gomes.

E dois apartamentos em Fortaleza: um na avenida Historiador Raimundo Girão (Praia de Iracema) no valor de R$ 381.202,90 e outro na rua Silva Paulet (Aldeota) avaliado em R$ 365.875,28.

A medida do TSE, uma forma de dar mais transparência às eleições de 2018, foi tomada pelo então presidente do tribunal, ministro Luiz Fux, já no encerramento do seu mandato à frente do órgão – em seu lugar, assumiu a ministra Rosa Weber.

Após críticas à Corte, que havia eliminado exigências feitas aos candidatos nas eleições de 2014, o TSE recuou e passou a requerer novamente que os postulantes prestem detalhamento dos seus bens.

A intimação foi divulgada nessa segunda-feira no próprio site do tribunal. Automaticamente, no sistema eletrônico da Justiça Eleitoral, passou a constar espaço para preenchimento sob o nome de “descrição”.

Confira abaixo o patrimônio de todos os 13 candidatos à Presidência da República: 

João Amoêdo (Novo)
R$ 425.066.485,46

Henrique Meirelles (MDB)
R$ 377.496.700,70

João Goulart Fiho (PPL)
R$ 8.591.035,79

Lula (PT)
R$ 7.987.921,57

José Maria Eymael (DC)
R$ 6.135.114,71

Alvaro Dias (Podemos)
R$ 2.889.933,32

Jair Bolsonaro (PSL)
R$ 2.286.779,48

Geraldo Alckmin (PSDB)
R$ 1.379.131,70

Ciro Gomes (PDT)
R$ 1.695.203,15

Marina Silva (Rede)
R$ 118.835,13

Vera Lúcia Salgado (PSTU)
R$ 20 mil

Guilherme Boulos (Psol)
R$ 15.416

Cabo Daciolo (Patriota)
Não declarou

Recomendado para você

2 Comentários

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *