Política

Candidato do Psol ao Senado, Pastor Simões defende descriminalização do aborto e das drogas

4867 3

Candidato do Psol ao Senado Federal, Pastor Simões esteve no programa Live Política desta quarta-feira, 22, veiculado no Facebook do O POVO Online. Na conversa com o jornalista Ítalo Coriolano, defendeu a descriminalização do aborto e das drogas.

Devido à aparente incompatibilidade entre os principios cristãos e políticos de Simões, a audiência o indagou repetidas vezes. Sobre o aborto, foi questionado sobre como um cristão poderia ser “contra a vida”. Respondeu que todos são contra o aborto, mas “assim como a gente é contra o aborto, a gente tem um dilema ético: eu posso salvar uma das vidas, que é a da mãe”. Ele enfatizou que é grande a possibilidade de mulheres que abortam em condições desfavoráveis morrerem.

 

(Foto: Alex Gomes/Especial para O POVO)

Sobre as drogas, ele sustentou que a atual política de proibição não surte efeito. Para ele, a questão deve ser pensada pela ótica da saúde pública. Disse, entretanto, que a princípio a liberação apenas da maconha seria ideal. Depois de três anos, a nova política seria submetida a outra avaliação, que poderia resultar na liberação de outras drogas atualmente ilícitas.Ainda segundo Simões, as igrejas têm “força gigante”, mas estão adormecidas na “pauta moral”.

Dos três senadores que representam o Ceará no Congresso Nacional, classificou dois, Tasso Jereissati (PSDB) e Eunício Oliveira (MDB), como golpistas. Além disso, diz, em duas oportunidades votaram de modo prejudicial ao trabalhador: ele citou a Reforma Trabalhista e a PEC 55 – conhecida como PEC do Fim do Mundo por setores ligados à esquerda -, que restringiu gastos públicos com saúde e educação pelos próximos 20 anos.

#LivePolítica | Entrevista com Pastor Simões, candidato ao Senado pelo Psol. #opovo

Publicado por O POVO Online em Quarta-feira, 22 de agosto de 2018

 

Campanha

Em entrevista ao Blog Política, Simões destacou que já passou por 50 municípios até agora. A pretensão é atingir 80 municípios do estado e, depois, voltar atenção para a Região Metropolitana de Fortaleza antes do dia 7 de outubro.

Morador do bairro Bom Jardim, ele diz que a força da sua campanha vem da caminhada pelas áreas “mais empobrecidas” da Cidade nos últimos 20 anos. “É nessa experiência que a gente acredita para vencer o grande capital”.

Recomendado para você

3 Comentários

  • Nonato falcao disse:

    Esse falso pastor é imoral e leviano com suas ideias macabra não representam a igreja de Jesus. Os Herodes do passado estão presentes nos dias de hoje disfarçados de cristão com uma nova roupagem. A bíblia diz até o diabo é crente e crer que estremecem.

  • Carlos Ladislau disse:

    Isso é um militante pago pelo PSOL para escandalizar a nossa fé! Um maluco desses é pastor de quem? Da igreja evangélica gay? Só gente que pensa em total discordância com os ensinamentos bíblicos defende abortosm e drogas. Deve ser um maluco querendo se aliar a Marina e ao igualmente maluco que é vice dela. O O POVO não cansa de promover a agenda esquerdista. Isso é fruto de anos de faculdade que nada ensina, só doutrina nossos jovens.

  • JOSÉ BEZERRA DUARTE disse:

    A BÍBLIA SAGRADA, fala sobre os falsos mestres, o diabo usa vários disfarces para enganar o povo, quem não quiser ser enganado é só ler a bíblia sagrada.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *