Política

Decisão do STF barra candidatura de Lia Gomes, irmã de Cid e Ciro

Lia Gomes PDT

Lia Gomes recorre de indeferimento na Justiça Eleitoral (Foto: Mauri Melo / O POVO)

Decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em cancelar mais de 3,3 milhões de títulos de eleitor por falta de cadastramento pode complicar candidatura de Lia Gomes (PDT), irmã de Cid e Ciro Gomes, a deputada estadual.

Em votação na tarde de ontem, sete ministros se posicionaram contra pedido do PSB que contestava a exclusão desses eleitores. Como Lia Gomes tem domicílio eleitoral em Caucaia, um dos municípios onde a biometria é obrigatória, ela poderá ter candidatura barrada.

Atualmente, a irmã de Cid e Ciro teve candidatura indeferida, mas recorre da decisão na Justiça Eleitoral. Na eleição deste ano, a biometria será obrigatória em 127 dos 184 municípios cearenses. A lista de todas as cidades pode ser conferida na página do TRE-CE.

Em contestação no STF, o PSB questionava o cancelamento, afirmando que a ação viola diversos princípios constitucionais, como a democracia, cidadania, soberania popular e direito ao voto. Segundo o TRE-CE, 234,4 mil eleitores cearenses tiveram o título cancelado.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *