Política

Em nota, Tasso Jereissati cita todos os integrantes de chapa, exceto Girão

FORTALEZA, CE, BRASIL, 10-11-2017: Convenção Estadual do PSDB – Ceará, na Camera Municipal de Fortaleza. (Foto: Aurélio Alves/ O POVO)

O senador Tasso Jereissati (PSDB), em nota publicada nesta quarta-feira, 10, nas redes sociais, dirigiu-se a todos os companheiros de chapa majoritária com elogios, classificando-os como homens e mulheres que se mostraram à altura dos problemas do País. Não foi mencionado, entretanto, o único candidato eleito na chapa, Eduardo Girão (Pros).

Ouvido pelo Blog Política sobre os últimos dias de campanha, o deputado federal eleito e presidente do Pros, Capitão Wagner (Pros), analisou como natural a ausência do nome de Girão. Argumenta que se o nome do ex-presidente do Fortaleza Esporte Clube fosse citado, o nome dele, por exemplo, também tinha que ser, já que é uma das lideranças do bloco de oposição ao governador reeleito Camilo Santana (PT).

Confira nota na íntegra:

Sobre a distância entre Girão e o PSDB, sobretudo da candidata tucana ao Senado, dra. Mayra Pinheiro (PSDB), Wagner esclarece que desde do início da campanha havia consenso interno de que apenas um dos dois teria condições de ficar com a segunda vaga no Congresso Nacional, dado o bom posicionamento de Cid Gomes (PDT) nas pesquisas de intenção de voto.

No decorrer da campanha, Mayra  pede segundo voto ao eleitor.  “Dia sete de outubro, depois de votar no seu primeiro senador, continue a sequência votando 456”, diz a candidata. O número de Cid, eleito para o Senado, era 123. Sobre isso, Wagner afirma que leu a ação da médica como tentativa de ter a segunda vaga. “Ela sabia que não dava pra ela e pro Girão. Ela lançou essa estratégia orientada pelo marketing”. O ex-policial garante que o fato não abalou a relação dos dois.

Mayra Pinheiro vai na mesma linha de Wagner. Ouvida pelo Blog Política, ela afirma que não houve nenhum desgaste com Girão. Ela ainda afirma que não pediu voto para Cid Gomes, “até porque ele não precisaria”.  Em relação a Girão, ela afirma que antecede a política e que ligou para parabenizá-lo antes do fechamento das urnas.

O POVO apurou que a propaganda da tucana teria causado “desconforto” em Girão. Procurada, assessoria de comunicação do empresário afirmou que ele não iria se pronunciar sobre o assunto. Já assessoria de comunicação de Jereissati não forneceu maiores explicações ao Blog Política sobre a nota. Limitou-se a dizer que não há motivos especiais para a ausência de menção.

Aprovação de empréstimo 

Oito dias após ter escutado de Camilo Santana que não “ajudou em nada” em sua gestão, Tasso Jereissati aprovou na manhã desta quarta-feira, 9, empréstimo de R$ 188 milhões para Sobral.  Assim, serão “destinados recursos para investimentos em infraestrutura, saneamento, gestão ambiental e mobilidade urbana”, diz a assessoria do tucano em nota.

Antes, Tasso já havia respondido a crítica de Camilo. Em nota, conforme noticiado pelo O POVO, o senador falou que é “falsa” e “leviana”.

 

 

 

 

Recomendado para você