Política

Algoz do PT no mensalão, Joaquim Barbosa declara voto em Haddad

O ex-presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, foi um dos responsáveis por julgar e condenar nomes do PT no processo do mensalão (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Pelas redes sociais, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa declarou voto na manhã deste sábado no candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad.

Em postagem no Twitter, Barbosa, algoz da legenda no processo do mensalão, escreveu que “votar é fazer uma escolha racional”.

E prosseguiu: “Eu, por exemplo, sopesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa. Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo”.

Em seguida, o ex-ministro afirma: “Por isso, votarei  em Fernando Haddad”.

Indicado pelo ex-presidente Lula para o Supremo, Barbosa presidiu a Corte entre 2012 e 2014.

Como relator do mensalão, votou pela condenação de mais de duas dezenas de petistas, entre eles o ex-ministro José Dirceu.

Cotado para concorrer ao Planalto pelo PSB em 2018, partido ao qual se filiou no limite do prazo legal, Barbosa recuou alegando motivos pessoais.

Há duas semanas, o ex-ministro foi procurado por Haddad, que lhe pediu apoio no segundo turno contra o capitão reformado Jair Bolsonaro (PSL).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *