Política

Líder de Bolsonaro no Ceará diz estar aberto para diálogo com Camilo

576 1

Heitor é braço direito de Bolsonaro no Ceará.
(Foto: Reprodução/Facebook)

Um dos nomes mais próximos de Jair Bolsonaro (PSL) no Ceará, o deputado federal eleito Heitor Freire (PSL) disse estar “à disposição” do governador Camilo Santana (PT) para construir um diálogo entre o Palácio da Abolição e o governo federal.

“Não irei procurar o governo do estado nem ninguém, mas, se me procurarem, estarei à disposição, recebo todos (…) quando quiserem uma reunião para ter essa interlocução, estarei aqui”, disse em entrevista ao programa Revista O POVO/CBN, da Rádio O POVO/CBN.

“Nossa conversa não é em um alinhamento ideológico. Temos claras diferenças: Nós somos de direita, somos conservadores”, destaca. “Mas não faremos política rancorosa. O que for bom para o povo cearense, nós iremos trabalhar para trazer, seja recursos, investimentos”, afirma.

Escalado para liderar a interlocução entre Bolsonaro e o Ceará na nova gestão, Freire destaca que o presidente eleito possui “relação especial” com o Estado e deve trabalhar para mudar relação do Nordeste com o Palácio do Planalto. “O Nordeste vai deixar de ser um curral eleitoral da esquerda, só recebendo migalhas, e vai ter recursos para virar enfim uma região rica como merecemos”, diz.

“Mais segurança, menos obras faraônicas”

Sobre relação com o governo, Heitor disse reconhecer ainda que o governo do Ceará tem tido avanços na área da segurança, mas que necessita ainda de uma “resposta enérgica” para combater o problema. “O governo federal pode ser um parceiro apresentando tecnologia, trazendo recursos para que elas possam ser aprimoradas”.

“Não queremos obras faraônicas, queremos concluir as já existentes. Por exemplo a transposição do rio São Francisco, o Cinturão das Águas. São obras que merecem a atenção. Temos a problemática da seca, onde o estado precisa receber tecnologia”, diz.

Recomendado para você