Política

Comemorar 64 é disfarçar “tanta bobagem produzida em tão pouco tempo”, diz Ciro

(Foto: Agência Brasil)

Terceiro colocado na disputa presidencial, Ciro Gomes (PDT) disse que comemorar o golpe de 1964 é estratégia do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para mudar de assunto, tirando o foco da agenda negativa dos últimos dias, como as rusgas entre o pesselista e Rodrigo Maia (DEM).

“Tentar trocar de assunto e coesionar seu bando que está tonto de tanta bobagem produzida em tão pouco tempo!”, escreveu o pedetista no Twitter hoje pela manhã. Ciro postou a mensagem ao comentar uma análise segundo a qual Bolsonaro pretende festejar 1964 porque não sabe construir 2019.

Em comunicado ontem, o porta-voz da Presidência afirmou que o presidente determinou que as Forças Armadas façam as “comemorações devidas” em celebração ao golpe instaurado no dia 31 de março.