Política

Pleno do TJCE forma maioria pela aposentadoria compulsória de Sérgia Miranda

1051 2

Desembargadora afastada Sérgia Miranda (Foto: Evilázio Bezerra)

Relator do Processo Administrativo Disciplinar (PAD) aberto no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) contra a desembargadora Sérgia Miranda, afastada de suas funções desde 2016, o desembargador Mário Teófilo votou pela sanção máxima: a aposentadoria compulsória da magistrada.

Num julgamento que já dura mais de seis horas, Teófilo foi acompanhado por 21 desembargadores. O número forma maioria pela aplicação da aposentadoria. Ao todo, há 38 membros aptos a votar.

Miranda foi denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) na Operação Expresso 150. Ela é acusada de corrupção passiva por suposto envolvimento no esquema de venda de liminares nos plantões do Judiciário cearense.

Além do PAD no TJCE, Sérgia Miranda é alvo de ação penal no âmbito do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no qual é ré.

A defesa da desembargadora nega todas as acusações.