Política

Por unanimidade, TJCE pune Sérgia Miranda com aposentadoria compulsória

8016 32

Por unanimidade, o pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) puniu a desembargadora Sérgia Miranda com a aposentadoria compulsória.

A magistrada foi denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) por suspeita de envolvimento no esquema de venda de decisões liminares nos plantões do Judiciário cearense.

Com a decisão, ela é obrigada a se aposentar, recebendo proventos proporcionais ao seu tempo de contribuição.

Em sessão que durou quase sete horas, todos os desembargadores que integram o colegiado acompanharam o voto do relator, Mário Teófilo, que recomendou a aposentadoria compulsória.

Foram 32 votos favoráveis à sanção máxima prevista no Processo Administrativo Disciplinar (PAD), aberto ainda em agosto do ano passado, quando a desembargadora foi afastada de suas funções pelo TJCE.

Antes disso, porém, o Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde tramita ação penal contra Miranda na qual ela é ré, já havia afastado a magistrada, ainda em 2016.

A defesa nega que ela tenha concedido habeas corpus em seus plantões em troca de benefícios financeiros.

32 Comentários

  • Daniel holanda disse:

    Q bela punição para quem comete corrupção! Vc não vai preso e ainda ganha mais de 30 mil por mês pra ficar sem trabalhar.
    Ser desembargador deve ser algo mto mais lucrativo, né?!
    Isso se chama VERGONHA!!!

  • #mp21 disse:

    Eu queria uma punição dessa.

    Que vergonha de julgamento.

  • Alexandre Magno disse:

    Bela punição. Deveria tomar tudo que ela roubou, mais os danos causados a sociedade por bandido solto . tinha que ficar presa em regime fechado.

  • Conheci a Drª Sergia quando era estagiaria na antiga SUDEC, faz muito tempo; ao tomar conhecimento que tinha passado no concurso de juíza, fique feliz com sua vitória, mesmo não mantendo laços de amizade com ela; tornou-se desembargadora, hoje, vejo com tristeza fazendo parte do rol dos corruptos, ao tempo que é aposentada compulsoriamente. Se por um lado lamentamos, por outro já podemos dizer que a impunidade não é, completamente, aceita, mesmo que seja em uma corte com alta doze de corporativismo.

  • Marcelo Barroso disse:

    Se o país fosse de vergonha
    O tratamento era outro.

  • Lella disse:

    “a se aposentar, recebendo proventos proporcionais ao seu tempo de contribuição”.
    Quem deveria dar o exemplo e é paga com o nosso dinheiro, se vende em prol dos seus benefícios. Recordo muito bem do alarde que essa senhora fez à época da greve dos policiais civis e militares no Ceará! O coitadismo dela!!! E agora minha senhora?! Quem é o criminoso(a)?!!
    Quanto aos proventos, é sinônimo que no Brasil vale a pena alguns atos errôneos…Triste! Vergonhoso!!!

  • Felipe Cardoso disse:

    Nossa, é uma punição pesadíssima. Tem muito mais gravidade que um crime de qualquer bandido pé rapado. Pois vem de quem deveria dá o bom exemplo e não o mal exemplo.

  • geraldocricri disse:

    VERGONHA !!!!!!

  • CARLOS disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e o povo ainda anuncia como punição , eita jornal Mortadela.

  • Hugo Moreira Pinheiro disse:

    Essa desembargadora devia era ir para a cadeia e não receber nada do erário público. Isso é uma falta de vergonha dessa cretina.

  • Celso disse:

    A punição é fazer ela se aposentar recebendo 30 mil por mês fora os subornos que recebeu?? Que piada, bela punição, enquanto tem gente tentando se aposentar com 1 salário mínimo esta é punida com 30 mil, mais uma vez o judiciário protegendo os seus.

  • Francisco José disse:

    Triste.
    Lamentável.
    Vergonhoso.
    Estímulo ao Crime. Incentivos à Corrupção.

    Um magistrado presenta o Estado, dizendo o Direito no caso concreto, tendo Poder e Responsabilidade sobre a Vida de Milhares, até de Milhoes de Pessoas. Desfruta de prerrogativas únicas para, em tese, poder exercer com liberdade sua função.

    Em contrapartida DEVERIAM Ser Punidos de forma Exemplar, para desestimular outros (as).
    Aposentadoria com vencimentos proporcionais é Inaceitável, Inexplicável.

    Quem é culpado por esse absurdo ???
    Os Congressistas, que deveriam legislar em favor do povo, mas não fazem isso.
    Mas, também é culpado o povo, pois não cobra os Parlamentares, não se interessa, não protesta, não defende os próprios interesses, preferindo se ocupar de futebol, carnaval e baboseiras tipo bbb.

  • Cezar disse:

    Será q devolveu o dinheiro ganho ilicitamente? Foi premiada 2 vezes ao ser aposentada ganhando salário, muda Brasil.

  • Fernando disse:

    Punição? Faz-me rir kkkkkkk

  • Fernando disse:

    Só falta punir o molusco com a liberdade kkkkkk
    Paizinho de merda!!!!

  • Juan disse:

    Judiciário
    é uma palhaçada…. Cometa crime e vc será premiado, com aposentadoria.

  • Herbert Almeida disse:

    BRASIL miserável de tanta vergonha… punição é ficar em casa com altíssimo salário? Tenho SIM, vergonha desse país. Sabe quando vamos ser desenvolvidos? Uns 200 anos… 3 gerações talvez. Parabéns Celso, Daniel, Fco José.

  • Ali babá disse:

    Perdeu a dignidade e quem consentiu a pensão a vergonha. Tempos sujos!

  • JOSE EXPEDITO MADEIRA disse:

    O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO CEARÁ É UM EXEMPLO PARA O BRASIL, DR BRIGIDO, DE FALA MANSA E CORDIAL , JAMAIS SERÁ ESQUECIDO AO DIZER QUE NÃO ERA BEDEL DE JUIZ . A OPERAÇÃO EXPRESSO 150 É UM DIVISOR DE ERAS, DAQUI PARA FRENTE, O COMANDO DO TRIBUNAL NÃO VAI ADMITIR QUAISQUER DESVIOS DE CONDUTA DE SEUS MEMBROS. PARABÉNS !!!! O TJCE É UM EXEMPLO PARA TODO O TERRITÓRIO NACIONAL!!!

  • Virgílio disse:

    Desembargador é a segunda pessoa de Deus, daí porque a interpretação de que a aposentadoria compulsória é uma penalidade.
    Ela tinha duas férias por ano. Agora têm férias eternamente e com dinheiro do contribuinte garantido no bolso. Perdeu só a parte variável, que era a venda das sentenças.
    Como se tem-se os mortais comuns que não fazem parte da cúpula?

  • Thiago disse:

    Esse José Expedito é um Fanfarrão! Exemplo? Tá de brincadeira? A Justiça cospe na cara da sociedade e tem gente que aplaude? É por isso que o crime no Brasil compensa. Os Reis roubam dinheiro dos feudos e os bobos da corte continuam dançando serelepes. #VERGONHA

  • Marcelo Maurício de Medeiros disse:

    Por favor, vamos encaminhar essa maravilhosa notícia aos nossos congressistas. Além é claro com os comentários, pra gente ver se algum deles se manifesta.

  • sergiodforce disse:

    Pune?
    Piada! Como pune quando quem pratica crimes tem por sentença aposentadoria compulsória com vencimentos proporcionais? Até quando o Brasil vai conviver com esse ultraje?
    “Por unanimidade, o pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) puniu a desembargadora Sérgia Miranda com a aposentadoria compulsória.”

  • Max Brito disse:

    Belíssima punição!!! Foi aposentada com valores salariais integrais e direitos super garantidos!!!!
    Mas a conta é da sociedade!!!!!

  • dino rangel disse:

    como diz por ai, so perdeu a caneta ! o resto continua numa boa

  • Leonardo Lima disse:

    Se isso é punição, imaginem quando estão na impunidade. Isso é uma vergonha para um país que se diz democrático. Nojento.

  • RICARDO PIRES KAYATT KAYATT disse:

    Que vergonha esta punição .
    Fez o que fez e ainda vai continuar recebendo salario !!!!!

  • Osvaldo Vasques disse:

    Uma excrescência, essa lei que permite aos magistrados punidos de “gozarem férias” remuneradas, vitaliciamente !!

    Isso é um PRÊMIO, nunca uma PUNIÇÃO !!

    VERGONHA !!

  • Clayton Cunha disse:

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, respeitem a punição, ficar em casa, ganhando uma fortuna sem trabalhar. É punição ou premio ? eita pais gostoso de morar, para quem é poderoso. Meu povo vamos acordar, isso , somado ao analfabetismos e desigualdades sociais
    é quebra o pais.

  • DANIEL MARTINHO BARBOZA FILHI disse:

    A vergonha do judiciário “punir” com aposentadoria, devia perder o privilégio e ser realmente punida sem regalias….ou eles são diferentes dos vis mortais….

  • ANTONIO EVANILDO disse:

    KKKKKKKKKKKK VERGONHAPURA ESTOU ESPERANDO SER JULGADO TAMBEM

  • José Henrique Rocha Ferreira disse:

    Quando um funcionário, seja servidor público ou da rede privada comete um deslize, é afastado de suas funções por justa causa e, perde até o direito de receber o FGTS, fora outras sanções, inclusive, daí em diante dificilmente conseguirá até mesmo outro emprego.
    No Poder Judiciário, pasmem, um Juiz, um Desembargador, um Ministro, comete um deslize, um crime, ele é afastado de suas funções e receberá aposentadoria compulsória, ou seja, comete um crime é recebe por punição um prêmio, ficar sem trabalhar e receber salário até o fim dos seus dias. Ai, vem a pergunta; isso é correto? isso é justo? Quem pode rever essas Normas, essas Leis, para que possa haver uma mudança e esses homens de toga possam ser realmente punidos quando cometem qualquer crime.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *