Política

Senado aprova redução de ministérios e Coaf longe de Moro

1247 5

Com apoio de parlamentares de PT e PSL, o Senado aprovou a medida provisória 870, que reduz o número de ministérios do governo do presidente Jair Bolsonaro de 29 para 22 pastas.

A Casa, entretanto, manteve o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e não com Sergio Moro (Justiça).

O texto-base da MP foi aprovado por 70 votos a 4 no final da noite. O futuro do Coaf foi decidido em um destaque, depois rejeitado pela maioria dos senadores.

5 Comentários

  • Franzé disse:

    Tome Sérgio moro traíra dos brasileiros condenou Lula tem troca do STF

  • John disse:

    Sai daí pão com mortadela

  • Hugo Moreira Pinheiro disse:

    Nos procedimentos dessa votação dos senadores, que aprovaram a MP, mantendo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), para o Mistério da Economia, quem perdeu foi o ministro
    Moro (Justiça) e, quem ganhou, foram os políticos corruptos que talvez não queiram ir mais para a cadeia, devido o “afrouxamento” que, na certa, vai ocorrer na Lava-Jato. É até de se admirar, na aprovação dessa MP, quando se juntaram no Senado da República, o PT e o PSL, dois partidos políticos de ideologia contrária e juntos, aprovaram essa Medida Provisória. Então, o que temos hoje, no Senado Federal é um “saco de gatos, junto com um saco de cachorros”, que brigam e depois ficam bem.
    Para se dizer melhor, é que foram vários meses, para se discutir e ser votada essa Medida Provisória,
    a qual chegou a um ponto de “encher o saco” do Governo, dos senadores e do povo brasileiro. Mas infelizmente, no Brasil é assim, votam os projetos, as medidas provisórias, do jeito que querem e entendem. E o povo fica rindo atoa, como se estivesse num picadeiro de circo, assistindo uma grande palhaçada.

  • Carlos disse:

    Franzé vc e6 tão zero de conhecimento que não merece nem resposta !

  • Francisco das Chagas de Maria disse:

    COAF foi retirado na Câmara; Maia venceu. Quando chegou ao Senado já não havia mais tempo hábil para mudanças!! Deputados que votaram para retirar o COAF do Moro fiquem alertas; vossos nomes serão lembrados já na campanha de 2020!!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *