Política

Marco Aurélio se diz suspeito para julgar Gilmar por “inimizade”

1126 1

Marco Aurélio disse não ter imparcialidade para julgar Gilmar (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), se declarou suspeito para julgar reclamação feita na Corte contra o ministro Gilmar Mendes. Ao justificar sua falta de imparcialidade para julgar a ação, Marco Aurélio destacou ter “relação de inimizade” com o colega.

Com a decisão, o processo acabou redistribuído ao ministro Luiz Edson Fachin. “Impugna-se, nesta reclamação, pronunciamento formalizado por ministro do Supremo com quem tenho relação de inimizade”, disse, em despacho da última terça-feira, 28.

Na reclamação, Gilmar é acusado de violar uma súmula do STF em um processo sobre uma dívida fiscal envolvendo a União. Decisão do ministro já foi mantida em decisão da 2ª Turma do STF.

Recomendado para você