Política

Moro minimiza vazamentos: “A montanha pariu um rato”

Em audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o ministro Sergio Moro (Justiça) minimizou nesta quarta-feira, 19, conteúdo de conversas reveladas pelo The Intercept entre ele e procuradores da Lava Jato em Curitiba.

“Poderíamos citar a frase em latim, ‘a montanha pariu um rato‘. Pelos menos não se vislumbra, apesar de todo o sensacionalismo, a gravidade dos fatos alardeada”, disse, em resposta a questionamentos do senador Esperidião Amin (PP-SC).

A presença de Sergio Moro ocorre em meio a divulgação de conversas entre o ministro e procuradores da Lava Jato em Curitiba. Na última terça-feira, o The Intercept revelou que Moro criticou investigações envolvendo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Durante a audiência, Moro disse ter cumprido a lei enquanto juiz da Lava Jato e questionou veracidade das mensagens interceptadas. O ministro também reforçou ataques contra o vazamento das conversas, que classifica como “ato criminoso”.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =