Política

PCO faz discurso semelhante ao de Bolsonaro e diz que “imperialismo” quer usar Amazônia para interferir no Brasil

2293 5

Em campo político diametralmente oposto ao de Jair Bolsonaro (PSL), o Partido da Causa Operária (PCO) tomou posição semelhante a do presidente ao tratar sobre as queimadas na Amazônia. Nas redes sociais, a sigla defendeu que outros países estão se aproveitando da situação no Norte do Brasil para interferir no País.

“Com a desculpa de “proteger a natureza”, representantes do imperialismo iniciam debates que ferem a soberania nacional do Brasil. A Amazônia é um problema dos brasileiros, nenhum país estrangeiro deve se intrometer no assunto”, critica o Partido.

Em uma imagem divulgada com a foto do premiê britânico, Boris Johnson, e do presidente da França, Emmanuel Macron, o PCO diz ainda que o “imperialismo quer usar o problema da Amazônia para discutir intervenção no Brasil”, argumenta a sigla.

Partido defendeu posicionamento semelhante ao do presidente

Presidente

O francês defendeu nesta semana que os assuntos ligados à floresta sejam discutidos na reunião do G7. Na quinta-feira, 22, o presidente brasileiro reagiu ao que chamou de “mentalidade colonialista”.

“Lamento que o presidente Macron busque instrumentalizar uma questão interna do Brasil e de outros países amazônicos para ganhos políticos pessoais. O tom sensacionalista com que se refere à Amazônia (apelando até para fotos falsas) não contribui em nada para a solução do problema”, escreveu Bolsonaro no Twitter.

“O Governo brasileiro segue aberto ao diálogo, com base em dados objetivos e no respeito mútuo. A sugestão do presidente francês, de que assuntos amazônicos sejam discutidos no G7 sem a participação dos países da região, evoca mentalidade colonialista descabida no século XXI”, concluiu o brasileiro.

Recomendado para você

5 Comentários

  • Marcelo Amaral disse:

    Os opostos se atraem. Nada mais verdadeiro.

  • Carlos disse:

    Vcs acham que estão interessado em árvore ! Querem é a riqueza que tem a Amazônia. Ouro, diamantes , período e outras!! Pq não plantam plantam nos seus países ?

  • Antonio Aury disse:

    Acredito que o autor da matéria não conhece a história do PCO que sempre defendeu a Amazônia como sendo do Brasil e sempre emitiu alertas neste sentido contra o Imperialismo. Já o Bolsonaro está falando abobrinha, pois sempre foi um defensor ferrenho do Imperialismo e seus avanços: pura farsa deste senhor amante dos norte-americanos!

  • Antonio Aury disse:

    Acredito que o autor da matéria não conhece a história do PCO que sempre defendeu a Amazônia como sendo do Brasil e sempre emitiu alertas neste sentido contra o Imperialismo. Já o Bolsonaro está falando abobrinha, pois sempre foi um defensor ferrenho do Imperialismo e seus avanços: pura farsa deste senhor amante dos norte-americanos! Vejamos quem é nacionalista e quem é entreguista, e saberemos quem são oportunistas!

  • Lucas Eduardo disse:

    Embora a Amazônia esteja passando por uma grave situação, não é admissível que outras nações se aproveitem das circunstâncias para tentarem se apoderar de aguma parte da floresta. Pois essa não é uma atitude que está a ser cogitada somente agora graças a grande queimada, mas sim algo antigo carregado de interesses.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =