Política

Em vídeo, Sergio Moro diz que Capitão Wagner não liderou motim da PM

603 13

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro

Em vídeo gravado e divulgado nesta sexta-feira, 6, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro disse que o candidato Capitão Wagner (Pros) não liderou motim da Polícia Militar no início do ano.

Moro admite que encontrou o deputado federal durante as negociações para o fim da paralisação e que, naquele momento, o objetivo era ajudar a colocar um fim no movimento de PMs.

“Encontrei o deputado federal Capitão Wagner, inclusive na Escola de Aprendizes da Marinha. Conversamos, e toda a preocupação era voltada a encerrar o movimento para atender a população de imediato”, relata Moro.

O ex-ministro continua: “Estou aqui com meu testemunho. Não participo das eleições e não quero. Não voto em Fortaleza, mas faço esse esclarecimento de fato”.

Desde o início da campanha à Prefeitura, Wagner tem sido apontado pelo também candidato José Sarto (PDT) como liderança do motim. As acusações foram feitas inicialmente pelo governador Camilo Santana (PT) e repetidas pelo bloco governista.

Leia a íntegra do depoimento de Sergio Moro:

Durante minha gestão como ministro da Justiça, tivemos duas crises de segurança no Ceará. A primeira delas, com atentados criminosos em janeiro de 2019. O Governo Federal enviou auxílio e, juntamente com o Governo do Estado, debelamos a crise. Em fevereiro deste ano, crise decorrente da paralisação das forças policiais estaduais. Tinham reivindicações, mas a paralisação é ilegal e deixava a população desprotegida. Enviamos as Forças Armadas, também a Força Nacional, para ajudar no policiamento. E fomos até Fortaleza para conversar com autoridades e buscar uma solução que encerrasse aquela paralisação, quer atendendo ou não as reivindicações. Na oportunidade, encontrei o deputado federal Capitão Wagner, inclusive na Escola de Aprendizes da Marinha. Conversamos, e toda a preocupação era voltada a encerrar o movimento para atender a população de imediato. Estou aqui com meu testemunho. Não participo das eleições e não quero. Não voto em Fortaleza, mas faço esse esclarecimento de fato.

13 Comentários

  • Paulo P Silva disse:

    O Sérgio Moro sempre coerente e transparente nas suas posições. Parabéns!

  • jose filho disse:

    Esse juizeco continua capacho do Bozo …. Fim melancólico do marreco de Maringá.

  • Rafael Morato disse:

    Se o miliciano Wagner não era líder do motim por que se sentou com o marreco de Maringá para negociar o fim da rebelião? Esse Juíz Ladrão só fala m…

  • Sade Adu disse:

    Segundo o “mito” miliciano, o marreco é só um cretino corrupto.Dois escroques que se merecem.E capitão dos EUA é “amigo” de ambos.

  • Djacir disse:

    Boa Moro . Forças

  • Antônio Eugênio Feitosa Melo disse:

    Parabéns Moro! Integridade acima de tudo! E nossa imprensa cearense partidária fica a insistir em compactuar com o coronelismo dos Ferreira Gomes. Cadê a cobrança sobre Aquário, Gastos da inauguração do Centro de Eventos, Tatuzões e casa na Serra em APA pelo Cid Gomes???

  • Bruno disse:

    Peraí ele não era o líder mas estava negociando o fim do motim? Que piada de mau gosto.

  • ANTONIO MARTINS DA COSTA disse:

    Fazer o povo de besta com seu conhecimento Moro é muita cara de pau. Claro que ele não estava a frente do montim apenas jogou gasolina e colocou fogo, depois inventou que estava apagando o incêndio. Claro que ele estava a frente, mandou outros da a cara a bater para não ficar mão visto, afinal ele tem um pouco de inteligência.

  • Natanael Novais dos santos disse:

    O senhor moro mais uma vez está envolvido fazendo politica partidária . Ele está interferindo diretamente na eleição do Ceará .

  • Ana Paula disse:

    Quem ainda acredita na palavra e no testemunho desse ex-juiz e ex-ministro sem autoridade nenhuma. Credibilidade ZERO.

  • Anderson disse:

    Piada de mau gosto….capitão (em minúsculo mesmo), precisamos de alguém que tenha planos concretos para a nossa cidade. Não um aventureiro que não tem a decência de terminar um mandato e só quer capital político (máquina pública) para a disputa das eleições para o governo do estado. Sabemos que o Palácio da Abolição é o seu objetivo, pois somente lá poderia dar retorno à classe que você representa. Ninguém aqui é trouxa. Nossa cidade tem gente politizada e que sabe identificar um oportunista barato. Fomentar os episódios de guerra vividos em 2011 e em 2020, e agora querer se passar de bonzinho, é brincar com a nossa inteligência. Aqui não!!! Uma pergunta, senhor deputado: Por que não externa o apoio e simpatia recebidos pelo senhor Bolsonaro? Medo de ser associado a um energúmeno que só faz retroceder nos avanços conquistados a duras penas pelos verdadeiros brasileiros, só pode…Aqui não!!!Passe amanhã, porque a cada 4 anos ou a cada motim policial já está manjado.

  • Raimundo Ivan Mota disse:

    Este encontro, com o ministro, é mais uma prova de que o Capitão liderava o motim, pois estava articulando saídas honrosas para os amotinados. Cara de pau este candidato miliciano,

  • Francisco disse:

    Quem acredita em um mentiroso

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *