Radar do Comércio

Mostra Sesc de Culturas se torna digital para driblar pandemia

Apresentação de reisados, representando Mostra Sesc de Culturas

Shows, espetáculos, encontros, exposições, bate-papos, apresentações de grupos de tradição e visitas aos museus orgânicos estão na programação da Mostra Sesc de Culturas (Foto: Davi Pinheiro)

Com mais de 20 anos de história, o evento será 100% digital pela primeira vez. A Mostra acontece de 01 a 08 de novembro e tem como foco os artistas e a cultura cearense

Há mais de duas décadas, a Mostra Sesc de Culturas vem se consolidando como um dos maiores projetos de difusão das artes do Brasil. Em todas as edições, público e artistas vivenciaram múltiplas experiências estéticas e de imersão cultural, a partir do diálogo entre tradição e contemporaneidade. Nesse processo de evolução e de transformações, a Mostra já incorporou novas linguagens, novos territórios e novas ações, como forma de se aproximar dos novos hábitos e comportamentos da sociedade.

Em 2020 não poderia ser diferente. Diante do atual cenário, a edição da Mostra Sesc de Culturas, que este ano acontece de 01 a 08 de novembro, tem o desafio de ser realizada totalmente online, mas sem perder a essência de promover diálogos e propagar o que a nossa cultura tem de melhor, em suas mais variadas formas e vertentes. De suas casas, os espectadores terão a oportunidade de sentir todo aquele clima de emoção, diversão, orgulho e realização, que sempre se fez presente nos shows, espetáculos, encontros, exposições, bate-papos, apresentações de grupos de tradição e visitas aos museus orgânicos, dentre outras ações.

A Mostra Sesc de Culturas será 100% made in Ceará, como culminância do Tudo em Casa Fecomércio, criado ainda no início do isolamento social como forma de levar cultura e lazer para adultos e crianças. Além disso, a iniciativa tem por objetivo fomentar os artistas e toda a cadeia produtiva que envolve a cultura no Ceará. De março até setembro, foram realizadas mais de 930 ações online, reunindo um público de mais de 488 mil pessoas.

LEIA MAIS | Mostra de bandas online celebra o talento de jovens artistas cearenses

“Com o Tudo em Casa Fecomércio e, agora, com a Mostra Sesc de Culturas, queremos contribuir para construção e a difusão da nossa identidade cultural. Dessa forma, vamos incentivar a valorização de nossas manifestações artísticas, além de promover a cultura popular cearense em um espaço digital, sem barreiras que servirá de vitrine para o mundo”, explica Maurício Fililoza, presidente do Sistema Fecomércio-Ce.

Se amostra na Mostra

As ações serão transmitidas tanto no Youtube quanto no Instagram da Mostra. E o público de qualquer lugar do mundo poderá conferir a programação completa no aplicativo “Mostra Sesc de Culturas”, disponível para Android e iOS. Dia 01/11 acontece o show de abertura, às 17h, com Fábio Carneirinho, Luiz Fidelis, Nonato Lima e Waldonys mostrando o que a nossa arte tem de melhor. Já o encerramento, dia 08/11, a partir das 20h30, apresenta shows dos cearenses Edmar Gonçalves e Bruna Ene, além da cantora Solange Almeida.

Assim como acontece desde a primeira edição, a Mostra Sesc de Culturas dará destaque aos grupos de tradição. Ao invés do cortejo, serão transmitidos pelo Instagram @mostrasescdeculturas, vídeos gravados especialmente para a Mostra, que exibirão a trajetória, as particularidades e a memória dos Mestres da Cultura.

Por falar em mestres, um dos destaques da programação será a visita virtual em 360º graus aos Museus Orgânicos, iniciativa do Sesc que têm como principal premissa estabelecer um vínculo entre o legado histórico do saber dos mestres da cultura e onde inicia e reside a tradição: suas moradas. Na ocasião, o público poderá conferir cada detalhe, além de boas histórias, do Museu Casa do Mestre Antônio Luiz, Museu Oficina do Mestre Françuili, Casa Museu do Mestre Nena, Museu Casa do Mestre Raimundo Aniceto, Museu Casa Oficina Mestra Dinha, Museu Casa da Mestre Zulene Galdino e Museu Casa dos Pássaros do Sertão.

A Mostra Sesc de Culturas realizará visitas guiadas em 360º graus das exposições Luzes de Candeias, de Jhoe Alecrim, Babel, de Rafael Vilarouca, e Ao Redor, de Lino Fly e Nívia Uchôa, com mediação dos próprios artistas. Eles, inclusive, participarão de um bate-papo criativo sobre diálogos e intersecções da arte fotográfica, que acontecerá dia primeiro de novembro, às 14h, com transmissão via Youtube do Sesc.

Nessa edição especial, a Mostra Sesc de Culturas inaugura um ambiente digital, oferecendo múltiplas experiências estéticas e formativas no âmbito da cultura a partir de uma programação online que estará conectada, também, com outras plataformas e canais de difusão de conteúdo nas regiões do Cariri, Sertão Central e Ibiapaba. Serão mais de 70 atividades culturais, como forma de reforçar a pluralidade da cultura cearense.

“E vai ser assim que a Mostra Sesc de Culturas vai mostrar para o mundo o que a nossa arte tem de melhor, com uma programação que congrega as mais variadas manifestações e linguagens, como forma de contribuir com a construção e difusão da identidade cultural do Ceará. De qualquer lugar do mundo, todos terão a chance de conhecer os talentos da nossa gente”, destaca Maurício Filizola.

Para ver a programação completa, visite o site da Mostra Sesc de Culturas: https://bit.ly/31pJb82.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *