Radar do Comércio

Brincar ao ar livre faz crianças se desenvolverem melhor

Duas crianças brincando em praia

Com a aproximação cada vez maior das crianças com o mundo digital, é ainda mais necessário encontrar alternativas para favorecer o contato delas com a natureza (Foto: Junior Panela)

O contato com a natureza traz benefícios para a saúde física e mental dos pequenos, além de exercitar valores como o respeito e o cuidado com o Planeta

Desenvolver atividades lúdicas e educativas em casa é bom, mas se divertir em contato com a natureza pode trazer uma série de benefícios para as crianças. É o que aponta, por exemplo, uma pesquisa realizada pela Universidade Regina, do Canadá, ao constatar que brincar ao ar livre incentiva crianças e adolescentes a serem mais ativos e saudáveis. Já um estudo realizado na China constatou que essas atividades realizadas fora de casa em espaços abertos trazem benefícios aos pequenos.

De acordo com a psicóloga infantil e psicopedagoga, Luciana Vieira, o contato com a natureza é fundamental para o desenvolvimento integral e saudável das crianças, uma vez que elas vivenciam, nesses ambientes, o meio com todos os seus sentidos, o que é fundamental para sua aprendizagem e autoconhecimento, além de provocar o exercício de valores como respeito, cuidado, interdependência entre os seres vivos e o próprio planeta.

A conexão com a natureza favorece um novo olhar sobre os fundamentos da existência humana: transformação, impermanência, fluxo e finitude. Além disso, sob o ponto de vista orgânico, sabemos que a primeira infância é o período em que as crianças se desenvolvem mais e melhor quando estão movimentando seu corpo e através de experiências sensoriais. E isso é muito mais fácil de acontecer em ambientes abertos em que haja o contato com diferentes sons, texturas, aromas, sabores e imagens, ou seja, quando as experiências são variadas e amplia o repertório de saberes”, explica Vieira.

A cada dia surgem brinquedos novos, sites e canais voltados para a garotada na internet. Entretanto, embora possam ser bastante interessantes e, muitas vezes, até instrutivas e educativas, nenhuma dessas atividades é capaz de substituir os benefícios que o contato com a natureza traz para as crianças. A psicóloga ressalta que a maior questão está em relação ao excesso, e isso as crianças não vão perceber sozinhos, uma vez que são apenas crianças. Cabe, portanto, aos adultos oferecer alternativas, principalmente se levarmos em consideração o atual momento, já que essas ferramentas digitais estão auxiliando o desenvolvimento e a saúde mental de todos.

LEIA MAIS | Mercado de trabalho: qualificação é fundamental para quem busca colocação

As atividades que oportunizem o contato com a natureza, como destaca Luciana Vieira, ainda precisam acontecer e, já que estamos mais tempo em casa, pode-se adaptá-las à nossa nova realidade. “Banho de sol, brincar com o animalzinho de estimação, manusear a terra, cultivar uma plantinha, coletar materiais naturais para brincar e colecionar e ir à praia são algumas possibilidades, mas as opções são diversas, assim como as famílias e suas realidades”, afirma.

E uma das opções é o Sesc Iparana Hotel Ecológicorefúgio paradisíaco com piscinas, parque aquático, trilhas, fazendinha, viveiro de mudas e muitas atividades de recreação para todas as idades. Localizado na Praia de Iparana, cerca de 14 km do centro de Fortaleza, o local possui 32 hectares de área total e preserva um importante ecossistema costeiro, possibilitando o contato direto com a natureza. A programação do hotel, assim, busca oferecer uma programação voltada para toda a família, com atividades como cineminha ao ar livre, passeios de bicicletas e caminhadas pela praia para apreciar o pôr do sol.

Lucy Mary Aquino, gerente do Sesc Iparana Hotel Ecológico, destaca que uma das atividades preferidas das crianças – e dos adultos – é a trilha ecológica, um momento de diversão e de integração da família com a natureza. “Durante o percurso, nossos recreadores e educadores ambientais vão explicando sobre o funcionamento do espaço e sobre as espécies que podem ser encontradas durante o passeio. Passando pelo viveiro, horto e fazendinha, eles vivem a experiência de plantar mudas medicinais, que podem ser levadas para casa como recordação desse rico momento de contemplação da natureza”, pontua.

A relação entre o ecoturismo e a educação ambiental, conforme explica a gerente, foi idealizada como forma de potencializar a conservação da natureza, utilizando como principal canal os momentos de vivência das crianças na mata através dos projetos de educação ambiental. “A ideia é que, por meio das experiências que o Sesc Iparana proporciona aos hóspedes e demais visitantes, possamos contribuir para a mudança de atitudes em relação ao comportamento das pessoas para a preservação do meio ambiente”.

Nosso trabalho voltado para educação ambiental com alunos de escolas públicas já recebeu, inclusive, um prêmio internacional através do prêmio LatinoAmérica Verde, conhecido como ‘Prêmio Oscar do Meio Ambiente’, que busca premiar os 500 melhores projetos sociais e ambientais desenvolvidos por latinos”, relata Lucy Mary Aquino.

Sesc Iparana Hotel Ecológico promove atividades voltadas para os hóspedes, para clientes que visitam o clube para um dia de lazer, além de desenvolver projetos voltados para escolas públicas e particulares a partir de agendamento. As visitas por parte dos alunos, especificamente, estão temporariamente suspensas por conta da pandemia, mas estão sendo desenvolvidas aulas online para as instituições interessadas.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.