Radar do Comércio

Saiba como manter os cuidados com a saúde bucal

Saúde bucal: a imagem mostra um par de mãos brancas manuseando um molde de dentadura em cima de uma mesa branca.

Negligenciar a saúde bucal pode ter como consequência até mesmo doenças em outras partes do corpo (Foto: Shutterstock)

Escondidos por trás das máscaras há mais de um ano e meio, os sorrisos podem ter ficado menos evidentes. Mas isso não significa que podemos descuidar da saúde de uma parte tão importante do corpo quanto a boca. Manter dentes, língua e gengiva bem cuidados vai muito além de uma questão de autoestima e pode ser a chave para uma vida mais saudável. 

Negligenciar a saúde bucal pode ter como consequência não apenas problemas como cárie, mau hálito e gengivite, mas até doenças em outras partes do corpo, que podem surgir a partir de infecções surgidas na boca. Mas qual a melhor forma de garantir um sorriso saudável? 

Para tirar algumas das principais dúvidas sobre o tema, conversamos com a cirurgiã-dentista Nara Rios, uma das especialistas da Clínica de Saúde do Sesc Fortaleza. Confira:

Qual a frequência certa para ir ao dentista?

O mais indicado é fazer avaliação odontológica a cada 6 meses. Esse período é considerado seguro, desde que o paciente tenha finalizado o tratamento anterior.

Dor ou sensibilidade no dente é sempre sinal de cárie?

Não. A sensibilidade dentária pode ter diferentes origens, como retração gengival, erosão ácida, entre outras. A única forma de saber a razão dessa sensibilidade é fazendo uma avaliação clínica com um dentista, que solicitará também exames, se for necessário. O importante é não ignorar esses sinais, para tratar a causa e evitar problemas maiores.

Toda cárie dói?

Não, cáries iniciais podem evoluir até certo ponto sem dor. Quanto mais a cárie se desenvolve e se aproxima da polpa, que é a região onde fica o nervo do dente, é mais provável que a pessoa comece a sentir dor.  

Usar fio dental pode fazer mal à gengiva?

Pelo contrário: o uso contínuo de fio dental impede o acúmulo de placa, que é o responsável por originar a gengivite. Portanto, a utilização desse item de higiene bucal previne a gengivite, que é a responsável pelo sangramento gengival. No entanto, é necessário fazer esse uso de forma correta, com cuidado para não forçar o fio sobre a gengiva, o que poderia causar ferimentos.

Clareamento enfraquece os dentes?

O clareamento não enfraquece os dentes. O que ocorre é que, durante o clareamento, é comum que os dentes se tornem mais sensíveis. No entanto, essa sensação passa após a finalização do tratamento.

Usar muito creme dental ajuda a limpar melhor os dentes?

O creme dental precisa ser usado na quantidade correta, o que, para uma pessoa adulta,  é o equivalente ao tamanho de um grão de ervilha. Usar o produto em uma quantidade muito grande pode atrapalhar a escovação e, em alguns casos, até causar manchas nos dentes.

Contar com dentistas especializados é fundamental para manter os cuidados com a saúde bucal em dias. Quem tem o Cartão Sesc, tem à disposição os dentistas do núcleo de saúde do Sesc para serviços como limpeza, exames e tratamento de canal.

Além de odontologia, a clínica oferece atendimento em diversas áreas, como nutrição, fisioterapia e estética. Clique aqui e conheça todos os serviços disponíveis.

LEIA MAIS | Pioneira no Ceará, Electro Move une saúde e tecnologia com método inovador

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.