Ancoradouro

"Nunca percamos a esperança", diz bispos de São Paulo sobre tragédia com família de PMs

100 1
odilo

Cardeal Scherer

O assassinato de uma família inteira por , supostamente, um jovem comove o Brasil inteiro. Cardeal Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo e Dom Milton, Vigário Episcopal de Brasilândia, onde aconteceu o fato, escreveram uma nota, consternados.

No texto, os religiosos se dizem perplexos e recordam as palavras do Papa Francisco, quando este esteve no país falando contra a violência durante a Jornada Mundial da Juventude. “Aos jovens de uma comunidade pobre no subúrbio do Rio, o Pontífice garantiu a proximidade da Igreja, ‘trazendo-lhes o bem precioso da fé, de Jesus Cristo, que veio ‘para que todos tenham vida, e vida em abundância’” (Jo 10,10), recordaram os bispos.

Leia a notícia sobre o assassinato da família, aqui.

Não se deve perder a esperança, é o sentido do último trecho que faz uma conclamação à sociedade: “ resta a missão de continuar a crer nos frutos bons de uma educação humana integral das crianças e adolescentes. Nunca percamos a esperança, nem desanimemos”.

Leia a íntegra do texto:

PERPLEXIDADE, PESAR E SOLIDARIEDADE

Crê no Senhor, teu Deus, e serás salvo tu e tua Família (Atos, 16, 31)

A Arquidiocese de São Paulo manifesta seu pesar e sua solidariedade às famílias Bovo e Pesseghini, vítimas da tragédia na Vila Brasilândia, região noroeste da Capital paulista, que comoveu o Brasil nesta segunda-feira, 5 de agosto.

Durante a Jornada Mundial da Juventude, o Papa Francisco falou em mais de uma ocasião sobre o combate à violência e fez, inclusive, menção direta a um outro capítulo trágico da história do nosso país, ao recordar o aniversário da chacina de oito meninos no centro da capital carioca. “Candelária, nunca mais. Violência, nunca mais, só amor”, apelou o Papa. Aos jovens de uma comunidade pobre no subúrbio do Rio, o Pontífice garantiu a proximidade da Igreja, “trazendo-lhes o bem precioso da fé, de Jesus Cristo, que veio ‘para que todos tenham vida, e vida em abundância’” (Jo 10,10).

Procurem ser vocês os primeiros a praticar o bem, a não se acostumar ao mal, mas a vencê-lo com o bem”, insistiu, ainda, o Papa Francisco. Que essas palavras dele entre nós nos guiem e deem esperança de que fatos como esse, ocorrido na Vila Brasilândia, nesta semana, não voltem a nos surpreender tão negativamente.

Elevamos orações a Deus pelas vidas ceifadas nesta tragédia, e pelos seus familiares, que vivem este momento com profunda dor e consternação. Rogo a Deus que os conforte!

E, para todos nós, resta a missão de continuar a crer nos frutos bons de uma educação humana integral das crianças e adolescentes. Nunca percamos a esperança, nem desanimemos!

Dom Milton Kenan Júnior
Vigário Episcopal para a Região Brasilândia

Dom Odilo Pedro Scherer
Arcebispo Metropolitano de São Paulo