Blog do Leão

Guarany 1×3 Fortaleza – Não teve golpe

1290 36
Anselmo subiu mais que a zaga e marcou o terceiro do Leão

Anselmo subiu mais que a zaga e marcou o terceiro do Leão

 

Caros tricolores, na primeira partida da semifinal entre o Leão e o Bugre, neste sábado no Junco, tudo aconteceu da melhor maneira possível.

O Leão não só garantiu seu mandato de vantagem, como aumentou a folga e agora pode perder até por dois gols de diferença no próximo domingo, que mesmo assim será eleito para ir às finais do estadual deste ano, além do Nordestão e Copa do Brasil de 2017.

O time escalado por Marquinhos Santos foi pra cima dos donos da casa, e sem dificuldades construiu o placar de 3×1. Everton e Anselmo (2) fizeram a festa da galera tricolor que foi até a Princesinha do Norte prestigiar a peleja.

Mesmo com o favoritismo confirmado através do placar e da bola jogada em Sobral, Marquinhos prega a cautela e deve treinar duro na semana, visando o jogo de domingo no Castelão. Se a equipe repetir a vontade e a boa qualidade no passe apresentadas neste sábado, o time tricolor não deverá correr risco de sofrer impeachment das finais do campeonato. Todos nós sabemos que a qualidade técnica do elenco tricolor é superior, mas o futebol é igual a voto de deputado no parlamento. Portanto, vamos trabalhar pra evitar os golpes surpresas.

Simbora, Leão!

 

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=atyPF0GE7Pg[/youtube]

 

Guarany 1×3 Fortaleza

Local: Estádio do Junco, em Sobral-CE
Data e hora: 16/4/2016, às 16h20min
Árbitro: Edson Galvão
Assistentes: Arnaldo Souza e Ramon Machado
Cartões amarelos: Vágner (G), Lima (F), Felipe (F), Arthur (G), Anderson Sobral (G), Breno (G)

Gols:  9min/1T –  Éverton.
14min/2T – Anselmo
30min/2T – Thiano (G)
48min/2T – Anselmo

Público pagante: 1.916

Não pagante: 980
Renda: R$ 34.751,00

Guarany de Sobral
André Zuba; Eduardo, Breno, Carlos Alberto (Suzuki), Anderson Sobral; China, Arthur, Alan e Vágner (Jean); Tininho e Valtinho (Thiano).
Técnico: Júnior Cearense

Fortaleza
Ricardo Berna; Moacir (Dudu Cearense), Lima, Edimar, Willian Simões; Felipe, Pio, Jean Mota (Clebinho) e Éverton; Juninho (Daniel Sobralense) e Anselmo.
Técnico: Marquinhos Santos