Clube da Luta

Amanda Nunes dá show na luta em pé, nocauteia Ronda Rousey em 48 segundos e segue campeã do UFC

918 1
Amanda não deu chances para Ronda na luta em pé. Foto: UFC/Divulgação

Amanda não deu chances para Ronda na luta em pé. Foto: UFC/Divulgação

Foi um passeio. Amanda Nunes simplesmente não tomou conhecimento de Ronda Rousey no octógono e liquidou o duelo entre elas antes do fim do primeiro minuto. Com um boxe muito afiado e alinhado, a brasileira aplicou uma sequência de socos precisos no rosto da adversária, fazendo a “queridinha do MMA” andar para trás e ficar visivelmente combalida a cada golpe recebido no rosto. Não deu outra: nocaute avassalador com apenas 48 segundos de combate, na luta principal do UFC 207, realizado na madrugada de sexta para sábado (31), em Las Vegas, nos Estados Unidos. A

Com o resultado, a baiana manteve o seu título de campeã dos pesos-galos feminino do UFC. O triunfo sobre Ronda foi a primeira defesa de cinturão de Amanda, que chegou ao topo de sua categoria ao derrotar, por finalização, a americana Miesha Tate, em julho deste ano. A atuação de gala no UFC 207 rendeu à brasileira o bônus US$ 50 mil (cerca de R$ 162 mil) pela “Perfomance da Noite”.

Logo após a interrupção do árbitro Herd Dean, decretando o fim do combate, Amanda celebrou a vitória fazendo um gesto como se dissesse que calou todos os críticos, principalmente aos que acharam que ela não tinha chance contra Ronda, favorita na bolsa de apostas para o combate. Em seu discurso, ainda no octógono, ela enalteceu o seu desempenho e sua preparação para o combate.

Amanda saboreando a vitória. Foto: UFC/Divulgação

Amanda saboreando a vitória. Foto: UFC/Divulgação

“Quando pedi essa luta (contra Ronda Rousey) ao Dana (White, presidente do UFC), sabia que podia vencer. Preparei minha cabeça, meu espírito e meu corpo. Sabia que a Ronda Rousey era grandiosa, mas ninguém vai tirar esse cinturão de mim. Em toda a minha preparação eu soube que ia ser a campeã. Estou preparada, treinei muito para essa luta. Eu treino para ela desde que entrei no UFC, sabia que ia acontecer e essa noite provei para todo mundo. Sou a melhor lutadora do mundo. Podem parar com essa coisa de Ronda Rousey, ela vai se aposentar, vai fazer filmes, e eu vou continuar. Vocês tem que olhar para outras meninas. Eu sou a campeã”, ressaltou Amanda.

Veja o discurso da vitória e a comemoração da brasileira:

Confira os resultados do UFC 207:

CARD PRINCIPAL
Amanda Nunes venceu Ronda Rousey por nocaute técnico aos 48s do 1° round
Cody Garbrandt venceu Dominick Cruz por decisão unânime (48-46, 48-47 e 48-46)
TJ Dillashaw venceu John Lineker por decisão unânime (triplo 30-26)
Dong Hyun Kim venceu Tarec Saffiedine por decisão dividida (29-28, 27-30 e 29-28)
Ray Borg venceu Louis Smolka por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)

CARD PRELIMINAR
Neil Magny venceu Johny Hendricks por decisão unânime (triplo 29-28)
Antônio Cara de Sapato venceu Marvin Vettori por decisão unânime (triplo 29-28)
Alex Garcia venceu Mike Pyle por nocaute aos 3m34s do 1° round
Niko Price venceu Brandon Thatch por finalização aos 4m30s do 1° round
A luta entre Tim Means e Alex Cowboy foi julgada sem resultado

Recomendado para você