Futebol do Povo

Ceará fala em 12 pontos perdidos por erros de arbitragem, mas evita ataque contra a comissão

63 35

Pelo menos 12 pontos. É essa a conta que a diretoria do Ceará faz quando contabiliza os erros de arbitragem contra a equipe na Série B do Campeonato Brasileiro. Robinson de Castro, vice-presidente e diretor de futebol do clube, esteve nesta quinta-feira no Futebol do POVO, exibido ao vivo de segunda à sexta na TV O POVO, EIMAXX2, EIPlus e Esporte Interativo.

O dirigente, entretanto, fez questão de dizer que não coloca nos árbitros a responsabilidade da campanha atual do time, na zona de rebaixamento desde a sexta rodada. “Temos que superar e passar por cima disso, não adianta justificarmos nossa campanha pelos erros que tivemos contra nós. Eu acredito que erramos, mas temos forças, o Lisca tem feito um bom trabalho, e há chances boas de não cairmos para a Série C. Na verdade, eu nem penso nessa possibilidade”.

Daniel Figueiredo, que participa do programa diariamente, indagou de Robinson se a acusação de agressão do árbitro Péricles Bassols contra Evandro Leitão, na final do campeonato cearense, teria influência nas arbitragens, mas o vice do alvinegro não mostrou, pelo menos abertamente, ter essa opinião, muito menos atacou a CBF ou a comissão de arbitragem da entidade.

É bom lembrar que Evandro Leitão foi absolvido das acusações no TJD.

Recomendado para você