ID

Vítima acende cigarro, não entrega celular e fica bebendo durante assalto: “Atire, não dou a mínima”

Um homem armado invadiu na quarta-feira, 28, um bar em St. Louis, nos Estados Unidos, anunciou assalto e ordenou que todos deitassem no chão. Mas um dos clientes, Tony Tovar, não moveu-se do assento. Continuou a beber, recusou-se a entregar o celular, acendeu um cigarro e, diante das ameaças, asseverou: “Atire em mim, não dou a mínima”.

O assalto foi todo captado pelas câmeras de segurança do Behrmann’s Bar. Tão logo o criminoso invade o estabelecimento, o barman já ergue as mãos ao alto. Após o aviso de assalto, os clientes começam a ir para o chão, conforme ordenado, enquanto Tony observa a cena sem sair do assento junto ao balcão. O bandido, então, chega a pôr a arma no homem e tentar tomar seu celular. Tony segura o aparelho e segue impassível no banco.

Enquanto o ladrão dá a volta no balcão, Tony acende um cigarro e traga calmamente. Quando ficam frente a frente, o criminoso volta a apontar a arma para Tony que, segundo testemunhas, disse “Atire em mim, não dou a mínima”. Sob o olhar calmo de Tony, que acompanha tudo fumando, o assaltante obriga o barman a abrir a caixa registradora e rouba o dinheiro do bar.  Ele fugiu do estabelecimento com US$ 300.

“Estou tão cansado das pessoas no sul da cidade tentando entrar com armas de fogo ou más atitudes ou algum tipo de agressão”, disse Tovar em entrevista à KDSK TV. “Eu não iria concordar”, completou.  Segundo a polícia, o assaltante utilizava uma pistola fortemente modificada e foi, posteriormente, identificado como Kevin Moore, que já possui ficha criminal com roubo, assalto e porte ilegal de armas.

Recomendado para você