Respirando Música

#NaSemana teve Pitty, Iggy Azalea, Justin Timberlake e Shakira

O nome de destaque dessa semana (e das últimas também), foi Iggy Azalea. A rapper australiana foi responsável por uma quebra de recorde na Billboard Hot 100, a principal da música mundial, desbancando The Beatles.

A loira está com duas músicas no topo da parada. Em #1, temos “Fancy”, seu atual single em parceria com Charli XCX, que subiu uma posição desde a última semana. Em segundo lugar, temos “Problem”, sucesso em parceria com Ariana Grande, que volta depois do seu primeiro álbum, o “Yours Truly”.

Justin Timberlake também quebrou um recorde sendo o artista solo a ter o maior número de músicas na primeira posição na parada Pop Songs, também da Billboard. O moço passou Bruno Mars que chegou a ter seis músicas. Justin alcançou a sétima depois de “Not A Bad Thing” chegar ao topo.

Entre as mulheres, Katy Perry e Rihanna tem, cada uma, 11 músicas em primeiro lugar, P!nk, 9, e Lady Gaga, 7.

Vindo para o Brasil, Pitty está prestes a lançar seu CD de retorno, depois do projeto Agridoce, com Martin Mendonça. A primeira música escolhida foi “SETEVIDAS”, na qual o clipe mostra uma Pitty sensual e com uma sonoridade que a consagrou.

O álbum está disponível para audição online, mas o lançamento oficial acontecerá somente dia 3 de junho. A banda já tem shows agendados para São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, já para divulgar o novo trabalho. Vem ouvir a volta da Pitty, vem.

Ainda no Brasil, ainda sobre a Copa, ainda sobre “We Are One (Ole Ola)”, sites internacionais criticaram a música oficial cantada por Pitbull, Jennifer Lopez e uma breve participação de Claudia Leitte.

A música não teve uma boa receptividade nem por aqui, nem “pelas gringas”. Shakira é facilmente citada com “La La La (Brazil 2014)” que também tem a participação breve de um brasileiro, porém tem uma sonoridade e valorização cultural visivelmente superior que a canção oficial.

Sem falar que o clipe de Shakira, lançado 5 dias depois da música oficial, tem 46 milhões de visualizações, enquanto “We Are One (Ole Ola)” tem 42 milhões.

Recomendado para você