Ancoradouro

Cresce Rituais Satânicos no Brasil

452 8

O Brasil ficou chocado com o caso da criança de dois anos que teve mais de 40 agulhas enfiadas em seu corpo, num ritual de magia negra. Segundo o padastro uma mãe de santo orientou o trabalho, como ato de vingança contra a mãe do bebê.

Os rituais macabros estão voltando em pleno século XXI. Cresce o satanismo e os adeptos do mundo Dark. É  a perda total da esperança e a afirmação, pela via negativa da existência de Deus, demonstrada pela insubmissão ao mesmo.

Em Fortaleza uma série de crimes estão sendo investigados com fortes indícios de terem sido cometidos em rituais de magia negra. As execuções seriam apresentadas em um terreiro de umbanda no bairro Bom jardim.

Envolver-se com o mundo das trevas é perigoso e pode gerar as consequências que vemos. Hoje envernizam as imagens de bruxos, vampiros e monstros de um modo a se pensar que são inofensivos, aceitáveis. Em Fortaleza mesmo, aos arredores do Centro Cultural Dragão do Mar, uma turma, dita, adeptos do mundo Dark cresce e temos diante de nossos olhos jovens se perdendo na escuridão da noite.

Sobre o caso da criança vítima da mãe de santo é um alerta para os frequentadores de seitas e religiões que entre outras coisas permitem, incentivam e fazem quaisquer tipo de trabalhos contra o próximo, desde colocar uma oferenda na encruzilhada à barbárie contra uma vida, se a intenção é prejudicar alguém, essa religião ou seita não é digna de crédito.

Recomendado para você

8 Comentários

  • Infelizmente mais uma criança é vítima de ato tão monstruoso,concordo com o que vc disse que isso é consequência também dessa propagação na mídia de fazer desses seres tipo bruxos,vampiros,seres do bem,revestidos de uma bela capa,sempre aliados a beleza e o poder,esta aí o filme Lua nova e tantos outros,na verdade são lobos em pele de cordeiro,e na minha opinião está por trás disso uma intenção maligna de um grupo de pessoas que tentam a todo custo confundir e afastar a humanidade de Deus,mas o Senhor disse que as portas do inferno não prevalecerão,devemos como cristãos fazer a diferença e conscientizar as outras pessoas do que está por trás disso tudo.

  • Editora Naós disse:

    Olá pessoal.

    Nossa Editora lançou no mês de setembro o livro Crimes Satânicos – Eles mataram em nome do diabo.

    Esse livro denuncia a existência desses crimes no Brasil e no mundo.

    é um dos poucos livros que trata desse assunto em nosso pais.

    Para mais informações acesse :

    http://www.editoranaos.com.br/loja/produtos_descricao.asp?lang=pt_BR&codigo_produto=366

    Estamos á disposição.

    Editora Naós.

  • Mario disse:

    Evangelicos , vou falar de uma coisa muito seria , Esses Espiritos De pouca evoluçao, Ebos Kiumbas, infelizmente leva o nome Da umbanda Com os exus , Para fazer o mal mais se vcs estuderem Bem a Umbanda Voces nao vao ver isso.A Umbanda e Paz e Amor Os Verdadeiros Guias Da Umbanda Nao fazem isso eles so existem para evoluir e Fazer caridades principalmente os (Exus) os Exus Nas encarnaçoes antes de eles virarem exus ele fizeram muito o mal mais hoje eles veio trabalhar na umbanda paganda tudo oque eles fizeram de mal quando eles encarnaram na Terra. Os outros guias Pretos Velhos, Caboclos,Marinheiros, Cangaçeiros.Cosme e Damiao,Baianos todos esses tambem veio para fazer caridade para todos nos So Te digo 1 Coisa Se voce nao Gosta Pelo Menos Tenha respeito.

  • Mario disse:

    Conforme dados da Federação Nacional de Umbanda e Cultos Afros, com sede em Cuiabá, no bairro Dom Aquino, cerca de 480 terreiros com mais de 150 mil seguidores e 100 mil freqüentadores eventuais funcionam plenamente no estado. Esses dados seriam de um levantamento feito pela federação em 2001, estudo que deve ser repetido ano que vem.

    Nesses terreiros vão pessoas de todos os níveis sociais, de político e grande empresários a donas de casa, a maioria em busca de ajuda pessoal ou para parentes com problemas financeiros, familiares ou de saúde. Muitos encomendam “despachos” para conseguir emprego, localizar desaparecidos, acabar com a dependência química ou desenrolar demandas jurídica.

    O presidente da Federação, Airton dos Santos, diz que o preconceito é a principal causa da omissão e faz com que até médiuns donos de terreiros mantenham uma vida religiosa dupla pelo medo da rejeição social. “Vão à missa nos domingos e durante a semana estão nos terreiros”, citou.

    Santos, que no ano passado recebeu o título de “arquicancelario”, uma espécie de arcebispo da umbanda, reclamou que a falta de conhecimento faz com que a umbanda seja vista como a religião do culto ao satanás e os terreiros como locais onde os espíritos do chefe do mal e seus discípulos se manifestam em trabalhos de “magia negra”.

    De acordo com o líder máximo da religião no estado, o problema é que há pessoas que nunca entraram num terreiro e tampouco leram sobre umbanda que nas rodas de amigos ou em família abordam o tema de forma negativa como se fossem profundo conhecedores.

    Cuiabano de “chapa e Cruz”, o pai de santo Airton Santos, 65, é umbadista desde os 15 anos. Há 23, foi consagrado “santo” num ato simbólico realizado num terreiro do Rio de Janeiro, quando se tornou líder do movimento no estado. O título máximo, recebido em 2002, veio de um evento grandioso ocorrido em Brasília, durante encontro de pais e mães de santo de todos os estados.

    Mas nem esse reconhecimento nacional impediu que Santos fosse barrado em órgãos públicos mato-grossenses. Ano passado, contou ele, ao tentar buscar o apoio da Lei de Incentivo à Cultura para um evento que planejava, ouviu a seguinte frase: ”aqui a gente não recebe esse tipo de projeto”.

    “Não quiseram nem protocolar minha proposta”, lamentou, lembrando que situação semelhante já viveu em outros setores da administração pública, enquanto na Bahia e Rio de Janeiro a umbanda e outros cultos afros acontecem publicamente patrocinadas administrações públicas e grandes empresas, e artistas de renome nacional e turistas vão aos terreiros pedir a benção dos pais e mães de santo.

  • Ronie Carneiro disse:

    Estou passando por um problema sério, minha ex conheceu um satanista pelo Facebook e quase fugiu com meus dois filhos de 05 e 07 para Cruz Alta RS, eu pedi a Guarda das crianças e estou esperando a justiça resolver. Será que alguém tem alguma matéria sobre esse grupo “papa satã” que comete crimes em Cruz Alta-RS, sou um pai aflito atrás de inflamações, obrigado amados!

  • vera oliveira disse:

    só que, papagaio come milho piriquito leva a fama, quem faz magia negra pesada não são esses centro são de umbanda ou candomblé não, quem faz sao os ricos que frequentam seitas de magia negra, tipo maçonaria, golden dow e outras do tipo, onde pobre não passa newm na porta, eles colocam a imagens e acusam esses pobres centros de umbanda pra desviar o foco deles

  • Moonlight disse:

    Vanderlúcio antes de qualquer coisa peço que tire a venda dos teus olhos e estude muuuito mais sobre Deus, é muito confortável culpar um Deus ou religião por atos barbaros feitos pelo ser humano no seu pior grau evolutivo… crimes ediondos morte, assassinatos não são obras “satânicas” ou só de membros do satanismo… crimes ediontos são feitos em toda parte do mundo por pessoas de diferentes crenças, porque vc não fala de cristãos aos milhares que traem suas esposas ou espancam e matam seus filhos, ou bebem fazem orgias, ou até mesmo se masturbam todos os dias vendo sites pornográficos, ou aqueles cristãos que praticam homicídios em nome de Deus, matam em nome de Deus…não é a religião que não é digna de crédito são as pessoas que estão perdidas em suas proprias vontades e usam de argumentos próprios para praticar o “mal”, que não existe até que seja praticado!!! Salve Lúcifer

  • Vanderlei disse:

    O Satanismo de Lavey condena esse tipo de atitude principalmente a uma criança ou seja qual for o indivíduo …
    São criminosas , ignorantes no assunto loucas mal preparadas a esse mundo e mereceriam a morte sem penitência…
    É triste ver que a raça humana chega ao declínio próprio com mente e alma…

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 4 =