Ancoradouro

Deus ou o acaso?

O físico Stephen Hawking  diz que Deus não criou o universo, a declaração consta em seu novo livro que será  lançado dia 9 de setembro. Na obra anterior, “Uma abreve história do tempo”, Hawking parecia conssentir a existência de um criador.

O físico atribui à criação espontânea a existência do universo. “O universo é capaz e criará a si mesmo sozinho”, escreveu o inglês, “A criação espontânea é a razão de que existe algo, é por ela que existe o universo, que nós existimos”. 

A teoria do físico para ser consistente precisa descartar a ideia de qualquer tipo de inteligência ordenadora na criação do universo. E, sinceramente,  conceder  a formação do universo às mãos do acaso exige um malabarismo intelectual desproporcional ao racicínio oposto.

Bem sabem os cientistas da ordem que rege o mundo a ponto de a partir dela formarem as leis da natureza ou do universo. Como negar a existência de alguém superior ao mundo visível, criador de tudo isso? Com as descobertas científicas atuais fica realmente acreditar que o mundo surgiu do acaso.

Nenhum comentário

  • É como se pronuncia na Bíblia: A sorte se lança no regaço; mas do Senhor procede toda a disposição dela.

  • Luis disse:

    Com todo respeito ao grande Hawking mas eu diria que “não vá o sapateiro além das sandálias…”. De qualquer forma, contra a opinião de Hawking podemos citar Einstein e Newton que são bem maiores…

  • Raiane disse:

    Triste. Rezemos por ele.

  • Ariel Paulo Krivochein disse:

    Discordo amplamente.
    É absolutamente estapafúrdio (& inclusive arrogante) se conceber uma inteligência ordenadora centralizando todo o inimaginável volume de dados exigidos pela criação, evolução & manutenção do(s) universo(s). Ao invés de mto mais sensatamente supô-los e(in)voluindo espontaneamente s/a participação de ‘terceiros’ ao longo de toda uma eternidade. O que lhes dá tempo mais q suficiente para se organizarem o mais sofisticadamente possível ou – da mesma forma – se desintegrarem. Seria um trabalho – mais que hercúleo – na verdade de Sísifo, até pq hj já está provada a existência do(s) multiverso(s), ou seja, de uma infinita & paralela multiplicidade de universos – em contraposição à idéia da existência de um só criado por um deus único).
    Para UM DEUS em infinitos momentos ‘cobrir’ toda essa infinita gama de dados em algum momento ter-se-á q deixar ‘ao relento’ os pés – & QUEM vai cuidar desses pobres & humildes ‘pés’? ;)…
    Sigam o conselho da Bíblia, este belíssimo livro: vistam as sandálias do pescador & sejam + humildes, creacionistas rs rs…

  • Ariel Paulo Krivochein disse:

    Sem mencionar que, na Grécia clássica, ‘Acaso’ era o nome da deusa que tecia o destino dos homens… 😉

  • Ariel Paulo Krivochein disse:

    Estou aguardando 😉

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =