Ancoradouro

Manifestação pela união civil homossexual é inconstitucional

No próximo dia 20 de junho mais de 200 organizações ligadas à causa dos gays, lésbicas e transsexuais organizarão uma manifestação pela união civil dos pares homossexuais. O objetivo é pressionar o legislativo, considerado pela minoria atrasado, a apoiar esta luta.

O esforço, contudo, é vão, pois esbarra na consituição brasileira que é categórica ao afirmar que o casamento é a união estável entre um homem e uma mulher. Logo, a reivindicação dos grupos é insconstitucional e será difícil o legislativo empreender esforços para mudar uma cláusula pétrea.

Nenhum comentário

  • Dubiedade nunca mais. disse:

    Muda-se a constituição, um país laico não pode mover-se por superstições de qualquer ordem.
    Houve época que a escravidão era garantida na constituição, e para os supersticiosos os negros eram seres sem alma.
    Isso tudo mudou.
    O que não pode é continuar é uma expressiva parte da nossa população não possuir os mesmos direitos que outros, e o Brasil ficar atrás das nações mais civilizadas por se dobrar ao fundamentalismo religioso. Não sou gay, mas tenho parentes e amigos que são e não acho justo eu ter mais direitos do que eles. Essa mudança é inrreversível.

  • Ricardo Sena disse:

    Não é caso de superstição a família ser composta/formada a partir da união de um homem com uma mulher. É bíblico, é religioso, tudo bem. Mas é científico/biológico/psicológico, também. Não existe procriação a partir da união de pessoas do mesmo sexo. O homossexualismo é uma aberração da natureza humana, é querer ser aquilo que não se é. Não existe homossexualismo nem no reino animal, cuja característica marcante é a irracionalidade. E sem essa conversa de fundamentalismo religioso ou civilização moderna. O homossexualismo é um atesto de óbito da própria humanidade.

  • ALEX ZENAIDE disse:

    Quebraram a cara os manifestantes…. o Supremo tribunal federal botou pra quebrar… Não precisa dizer mais nada.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + dezesseis =