Ancoradouro

Gays e travestis lançam calendário com imagens religiosas

229 9

Replico aqui a notícia publicada no site da Assembleia Legislativa e depois retorno com comentário de Padre Clairton Alexandrino:

Ensaio gay profana imagem sacra

O deputado Fernando Hugo (PSDB) criticou, na manhã desta terça-feira (08/05) em plenário, o calendário anual (o Translendário 2012) lançado com suposto apoio da Prefeitura Municipal de Fortaleza. Segundo ele, a publicação apresenta fotos de homossexuais e travestis, fazendo referência a obras sacras e de arte.

“Numa obra de Michelângelo, a Pietá, por exemplo, aparece um travesti posando sentado, desconfigurando a pintura do artista”, observou.  Conforme Fernando Hugo, na publicação há ainda uma simulação da Santa Ceia, de Leonardo da Vinci, com homossexuais sentados à mesa.

O deputado disse que encaminhará o material ao Ministério Público Estadual (MPE) para que o órgão “investigue o montante gasto pela Prefeitura nessa publicação”. Fernando Hugo salientou que também encaminhará a publicação para setores da Igreja Católica, “já que o calendário afronta obras consideradas cristãs”. Ele frisou não ser contra gays, lésbicas, homossexuais ou travestis. “Sou contra a Prefeitura gastar dinheiro com este material, que é improdutivo, irresponsável e insano”, salientou.

Fernando Hugo lembrou que já havia denunciado a revista Farol, editada pela Prefeitura, que trazia fotos eróticas e deveria ser distribuída nas escolas do município. “Após a denúncia, a revista saiu de circulação”, comentou. Lembrou ainda que a Prefeitura lançou uma cartilha com “as descobertas de Alice e Ana Cláudia”, também para ser distribuída nas escolas. “Ela induzia, tonificava e estimulava a liberdade sexual”, pontuou.

Em aparte, o deputado João Jaime (PSDB) disse temer que o calendário “fosse distribuído nas escolas”. Para ele, a publicação é uma ofensa direta à Igreja Católica. “Essas manifestações poderiam ser feitas sem o uso de símbolos cristãos”, afirmou.

O deputado Roberto Mesquita (PV) disse que “a opção sexual de qualquer pessoa é livre”. Contudo, pontuou que o calendário “é uma forma de chacota a obras primas”. Para o deputado Perboyre Diógenes (PMDB), a Prefeitura não deveria “ter utilizado o dinheiro público para patrocinar divergências do mundo gay em relação à Igreja Católica”.

Por telefone, Padre Clairton Alexandrino comentou o episódio:  “estou sabendo agora do assunto e o que posso dizer é que temos o direito de ser respeitado”. O sacerdote afirmou que a Igreja Católica respeita a pessoa do homossexual e acha uma injustiça a publicação de material como este teor de ofensa. “Agir deste modo é desconhecer o papel da Igreja, a entidade que mais promove a dignidade humana”, disse o sacerdote que é pároco da Catedral metropolitana.


Do O Povo Online

Atualizado em 8/5/2012 às 16h20min

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Fortaleza informou ao portal O POVO Online que não houve qualquer forma de patrocínio ou apoio ao polêmico calendário com imagens de transformistas que reproduzem algumas obras de arte sacra.

Uso da logo foi “agradecimento”

Sobre o uso da logo da prefeitura, Silvero falou que de fato não consultou nenhum órgão da gestão municipal. O artista disse que a iniciativa foi individual e que pensava em, com isso, fazer um agradecimento à prefeitura pelas políticas voltadas à questão da diversidade sexual. Segundo ele, a coordenação da SDH chegou a questionar a utilização da marca, mas os calendários já estavam impressos e sendo distribuídos.

9 Comentários

  • Navorski disse:

    Que Deus nos proteja de sua paranóia. Se não fosse tão apressado em babar seus preconceitos, veria que entre as fotos do calendário há apenas duas imagens de referências “cristãs”… a Pietá e A Santa Ceia, ícones do Renascimento e da cultura universal, obras que tem sido referenciadas por outras artistas e relidas desde sempre.

    Três palavras no google retornam vasto material de releituras, “Releituras da Santa Ceia”, de todas as formas.

    Ícones como a Santa Ceia, são largamente utilizados em diversas situações, bem mais que em situações religiosas, o Cristo Redentor, a Estátua do Padre Cícero… Me impressiona que só causem comoção quando ligadas à diversidade sexual. É triste ver no que os religiosos têm se transformado, meros moralistas obsecados pela sexualidade.

  • AMANDA disse:

    ACREDITO QUE PARA SERMOS RESPEITADOS TAMBÉM TEMOS QUE RESPEITAR. NÃO TRATA-SE APENAS DE UMA SIMPLES RELEITURA,SENDO ASSIM, QUAL O INTUITO DOS HOMOSSEXUAIS EM VESTIR-SE DE SANTOS CRISTÃOS CATÓLICOS NA PARADA GAY? MESMO QUE A PARADA NÃO FOSSE GAY, POR QUE AFRONTAR A RELIGIÃO ALHEIA? SEXUALIDADE É DIFERENTE DE PROMISCUIDADE. POR QUE A PREFEITURA AO INVÉS DE ESTAR CUIDANDO DE PROBLEMAS REALMENTE IMPORTANTES DA POPULAÇÃO, ESTÁ GASTANDO O DINHEIRO DO POVO COM CALENDÁRIO?

  • Lauro disse:

    Concordo com o Navorski. Existem CENTENAS de sátiras usando a imagem da Santa Ceia por exemplo, inclusive com a troca de Jesus e os Apóstolos por Super heróis, usando os personagens de Os Simpsons, etc.

    Nunca houve tanto rebuliço assim… Dois pesos e duas medidas?

    O que parece chocar é por que a cena foi composta por homossexuais.

  • Emerson disse:

    Gente minha gente, não percam sua paz com tanta coisa suja em torno do homossexualismo, nada do que ele disserem ou fizerem vai mudar uma virgula dos preceitos de DEUS, gritar, berrar, fazer birra, não faz uma má conduta virar um abito bom ou salutar, pratica homossexual ou prostituição como adultério, fornicação,alcoolismo(drogas em geral), não andam no caminho do SENHOR, não estão na luz e tem que ser deixadas pra traz pra estarem na presença de DEUS. quanto ao uso de imagem, DEUS nos diz claramente para não fazer uso de imagem alguma, foram desobedecer, agora tem que aguentar gestos como estes de pura falta de respeito de pessoas que não respeitam o templo do ESPIRITO SANTO. OLHEM PRA DEUS E O RESTO NÃO VOS INCOMODARA………….

  • Luis disse:

    Não é verdade o que dizem Lauro e Lavorski sobre a consentimento da Igreja com relação à ‘releituras’ de obras sagradas. Sempre houve e sempre haverá de parte da Igreja repúdio a estas manifestações. Lembrem por exemplo o caso de um site de relacionamentso que usou a imagem do Cristo Redentor. Lembrem – se do episódio da imagem no filme 2012… Sempre que há profanação ao sagrado a Igreja se manifesta contrario.

    É tão repudiável a homofobia quanto a cristofobia como a “catolicofobia”… Na ânsia de exigirem seus direitos alguns grupos gays exigem também o que não têm o direito de exigir. Querendo se defender atacam aos que julgam seus agressores. E da mesma forma que um adolescente, por exemplo, se revolta contra seus pais também os homossexuais (alguns) se revoltam contra a Igreja Católica. Se revoltam contra quem de fato os ama..

  • Vera disse:

    Sem dúvida, é uma afronta, e jamais deveria ser aceita. Com essa desculpinha medíocre de releitura, o Brasil vai perdendo o respeito uns pelos outros. Por acaso os católicos publicaram calendários ofendendo os gueis? Nenhum cristão em são consciência, católico ou evangélico, concorda com isso. Aliás, nem os gueis que merecem respeito concordam com isso. Quer respeito? Dê-se ao respeito, respeite os outros.

  • Lima disse:

    As obras sao dos artistas renascentistas, nao da igreja. Hj sao patrimonio da humanidade e ninguem tem que pedir consentimento a igreja nenhuma pra fazer uma releitura dessas obras. A igreja tem que parar de se achar dona de tudo.

  • Lucas disse:

    Q povo da mente pequena.voti ninguem é obrigado a pedir permissao a niguem pra fazer oq q quizer!! E quem achar ruim se exploda!

  • ezequiel disse:

    querem respeito, mas nao se dao ao respeito… ao inves de correrem para a paz provocam, a troco de que ? bom, sei q falam q eh arte e tals, por que nao provocam os mulcumanos ? ja q acham q podem sacaniar e desreipeitar a todos… podiam viver trankilamente e feliz, mas volta e meia, vem a midia, trazer esses aborrecimentos pra provar oq ? pra dizer oq ? eh lamentavel ver isso… eh desreipetoso e triste….

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *