Ancoradouro

Dom Odilo lamenta instrumentalização política de ato religioso

1343 1

Cardeal Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo usou perfil na rede social para esclarecer ato religioso realizado neste sábado, dia 7, na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Padres e bispos participaram do ato religioso pró Lula.

A  nota começa dizendo que não se tratou de uma missa, mas de um ato ecumênico, uma iniciativa pessoal de quem o promoveu. Ainda foi esclarecido que não houve participação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, nem da Arquidiocese de São Paulo.

Ato religioso antecedeu prisão de Lula.

Por fim, a nota relata que “o arcebispo de São Paulo lamenta a instrumentalização política do ato religioso”.

Recomendado para você

1 comentário

  • Marilda Salustiano da Silva Santos disse:

    Concordo, com Arcebispo de Curitiba.
    Uma pessoa que nunca participa de uma Santa Missa, nem de um ato ecumênico.
    Está usando a Igreja para benefício, próprio.
    Com, Deus não se brinca.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *